PUBLICIDADE
Notícias
FUNCEME

Último dia da pré-estação é o sétimo com menos chuvas neste ano

Janeiro alcançou a marca de seis dias seguidos que registraram mais de 100 municípios com precipitação

15:11 | 31/01/2019
Mapa mostra os municípios que choveram entre as 7 horas dessa quarta-feira o mesmo horário desta quinta-feira. (Foto: Reprodução/Funceme)
Mapa mostra os municípios que choveram entre as 7 horas dessa quarta-feira o mesmo horário desta quinta-feira. (Foto: Reprodução/Funceme)

Choveu em 18 municípios no Ceará nas últimas 24 horas, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). O maior índice de precipitação registrado foi de 23 milímetros (mm), no município de Amontada.

Esta quinta-feira, 31, último dia da pré-estação chuvosa, foi o sétimo dia com menos chuvas do ano. Neste mês, os dias 2, 3 e 22 registraram até dez municípios com precipitações, que não chegaram à marca de 30 milímetros (mm). O dia também ficou atrás de outras três ocasiões, entre 13 e 16 cidades com chuva.

Por outro lado, janeiro alcançou a marca de sete dias com mais de 100 cidades com precipitação. Esse padrão foi atingido diariamente entre os dias 14 e 19. Além do dia 10 de janeiro, com mais chuvas no ano, no qual a cidade de São Gonçalo do Amarante atingiu a marca de 112.8 mm.

Nesta quinta-feira, na Região do Cariri, dois municípios ficaram entre os três maiores índices pluviométricos do dia. Lavras da Mangabeira atingiu a marca de 15 mm e Aurora chegou ao registro de 14 mm. Na reta final da pré-estação, a área também concentrou chuvas no Estado na última terça-feira, 29.

Pré-estação

Em dados parciais, a Funceme afirma que esta pré-estação teve um “salto positivo” e ficou 58% acima da média histórica do bimestre, com precipitações em todas as regiões do Estado. Esse é o maior número desde 2012, período em que a média foi atingida apenas uma vez, na pré-estação que se encerrou em 2015.

Raul Fritz, meteorologista da Funceme, fala que esta pré-estação foi peculiar pela quantidade de chuva registrada em dezembro, mês que normalmente alcança índices bem menores em relação ao mês seguinte. Isso se deve à ação de sistemas meteorológicos que atuam historicamente no Estado: Vórtices Ciclônicos de Altos Níveis (VCAN) e Zona de Convergência Intertropical (ZCIT).

A respeito do nível dos açudes, o período representou um aumento ínfimo no volume dos reservatórios, de 71 milhões de litros, considerando a capacidade total. Entretanto, isso já pode ser considerado um bom indicativo, devido, entre outros fatores, à umidificação dos rios, que facilita o escoamento da água.

A Funceme prevê para a quadra chuvosa, que começa oficialmente nesta sexta-feira, 1º, e segue até maio, uma chance de 40% de as precipitações ficarem dentro da média histórica, de 600.7 mm.

Previsão

Para hoje, a Funceme prevê nebulosidade variável com chuva isolada no Litoral Norte, na Ibiapaba, no Sertão Central e na região Jaguaribana. Nas demais áreas, céu parcialmente nublado. Em Fortaleza, há uma maior probabilidade de chuvas durante o período da manhã, durante tarde e noite, o céu deve ficar claro e com poucas nuvens. A temperatura deve variar entre 24ºC e 32ºC.

10 maiores chuvas por posto no dia:

Amontada: 23 mm

Lavras da Mangabeira: 15 mm

Aurora: 14 mm

Forquilha: 14 mm

Itatira: 13.8 mm

Hidrolândia: 12 mm

Forquilha: 9.8 mm

Itapipoca: 8.4 mm

Granjeiro: 8.2 mm

Paracuru: 8 mm