Participamos do

Mais um suspeito de latrocínio que vitimou motoristas de aplicativo no Cariri é preso

Dois motoristas de aplicativo foram mortos vítimas de latrocínio (roubo seguido de morte)
08:18 | Abr. 07, 2022
Autor Jéssika Sisnando
Foto do autor
Jéssika Sisnando Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um terceiro suspeito da morte de um dos motoristas de aplicativo que foram encontrados na região do Cariri foi preso nessa quarta-feira, 6. O mandado de prisão temporária foi cumprido pela Polícia Civil contra um indivíduo de 23 anos. Dois motoristas de aplicativo foram mortos vítimas de latrocínio (roubo seguido de morte).


Durante as investigações foram presos Wesley Wilkinson Anjos dos Santos, 25 anos, que já responde por porte ilegal de arma de fogo, estelionato, apropriação indébita; e Álisson Barbosa da Silva, 27, que não registrava antecedentes criminais.


Já o alvo de 23 anos, de identificação não informada, foi detido na localidade de Serra da Mata, em Porteiras. O homem foi encaminhado à Delegacia Regional de Juazeiro do Norte. "A sua identificação e outros detalhes sobre a prisão serão preservados para não comprometer as investigações em andamento", diz o órgão.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine


Durante a prisão de Wesley, a Polícia afirma que ele mostrou onde deixou os corpos das vítimas e quem seria o outro envolvido no crime. Com essas informações a Polícia Civil localizou Alisson. Os corpos das vítimas foram encontrados na Chapada do Araripe, na localidade de Sítio Serra dos Pequis, no município de Jardim, no Sul do Ceará. Também foi localizado o veículo de um dos motoristas.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar