Governo aciona Coordenadoria de Direitos Humanos para amparar famílias dos mortos em Milagres
PUBLICIDADE
Notícias


Governo aciona Coordenadoria de Direitos Humanos para amparar famílias dos mortos em Milagres

Secretário estabeleceu prazo de 30 dias para dar respostas sobre o ataque em Milagres

21:45 | 10/12/2018

O Governo do Estado do Ceará acionou nesta segunda-feira, 10, a Coordenadoria Especial de Políticas Públicas dos Direitos Humanos (COPDH) para realizar contato com as famílias das vítimas da tragédia de Milagres. A informação é da da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). 

O secretário da pasta André Costa lamentou as mortes dos reféns. “Aproveito para expressar meu profundo pesar e meus sentimentos às famílias e aos amigos dos reféns. Tive pessoas próximas a mim que também foram vítimas de violência nos estados onde morei e trabalhei, por isso, compreendo toda a dor e revolta pelas quais estão passando", disse André
[SAIBAMAIS]
"Situações como essas nos exigem que continuemos trabalhando cada vez mais com responsabilidade, seriedade e honestidade para com as pessoas. Temos avançado, mas sabemos que há muitas questões ainda a serem resolvidas e evoluirmos enquanto órgão de segurança pública”, completou o titular da SSPDS.

André Costa estabeleceu prazo de 30 dias para dar respostas sobre o ataque em Milagres.  “Trabalho, dedicação e investimentos não têm faltado para melhorarmos ainda mais e estamos no caminho. No momento, sei que há muitas perguntas a serem respondidas, mas só serão após um trabalho sério, imparcial e técnico de nossos investigadores. Estabeleci um prazo de 30 dias para a conclusão dos trabalhos, podendo ser encerrado até antes disso. Só assim podemos dar a resposta que famílias, amigos e toda a sociedade merecem”. 

 

  Redação O POVO Online  

TAGS