Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

João, Antônio e Pedro: confira quem é quem na devoção católica de junho

Na sexta (24) é dia de São João, e o próximo dia 29 é dedicado a São Pedro; confira tradições
15:57 | Jun. 20, 2022
Autor Correio
Foto do autor
Correio Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Chegamos à semana do São João e, depois dele, ainda tem São Pedro. O mês começou com o queridinho Santo Antônio... Esse é o trio que anima as festas e faz o maior sucesso em junho. As tradições juninas estão muito ligadas às histórias desses três heróis da Igreja Católica e, por isso, as paróquias preparam uma programação cheia de homenagens. A devoção, no entanto, não se restringe às igrejas.

A secretária Marinês Pereira Santos, 57 anos, herdou do pai a fé em São João e, até hoje, mesmo após sete anos da morte de seu Manoel Bispo dos Santos, ela enfeita a casa e reza muito, junto com a mãe, dona Matilde Pereira Santos. E o que a enche de saudade é a época em Alagoinhas, da casa dos pais arrumada, com bandeirolas, e o chão de terra batida coberto por uma areia fina, como era tradição no interior. “Todo mundo ia para casa de Manezinho, que fazia até foguete de talisca”, conta Marinês sobre o gosto do pai pela festa.

Devoto de Santo Antônio, Rodrigo não esquece de São João (à esquerda) e de São Pedro; neste ano, homenageia São Cosme e São Damião
Devoto de Santo Antônio, Rodrigo não esquece de São João (à esquerda) e de São Pedro; neste ano, homenageia São Cosme e São Damião (Foto: Marina Silva/ CORREIO)

 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

 

Neste ano, por conta do calendário litúrgico, a missa solene na paróquia de São João Batista, na Avenida Vasco da Gama, em Salvador, será na quinta-feira (23), e não 24, dia do nascimento do santo. O arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, dom Sérgio da Rocha, fará a celebração às 19h do dia 23.

Por falar em nascimento, a fogueira é tradição bíblica do dia 24. Ficou a cargo do sacerdote Zacarias, pai de João, acender uma fogueira quando o filho nascesse e, assim, todos ficariam sabendo do parto de Isabel, parenta próxima de Maria, mãe de Jesus. E assim foi feito: fogueira para celebrar a vida!

Ao escolher viver no deserto, se preparando para a sua missão evangelizadora, João anunciava ao povo a vinda do Messias e realizava o ritual de purificação do corpo por meio do batismo (daí o nome Batista): a imersão dos fiéis na água simbolizava a mudança interior.

Já Pedro, o santo do próximo dia 29, era pescador e foi escolhido por Cristo para essa caminhada de fé. Disse a ele: “Você será pescador de homens”. Junto com São Paulo, é considerado a coluna mestra da Igreja Católica e seu primeiro papa. É conhecido por suas belas cartas, pelo dom da cura e por ser o padroeiro das viúvas - antes de conhecer Jesus, Pedro era casado, e sua sogra, viúva, morava com ele.

 

São Pedro: uma forcinha para quem está querendo casa própria
São Pedro: uma forcinha para quem está querendo casa própria (Foto: Marina Silva/ CORREIO)

 

 

Como se tornou apóstolo, a São Pedro foram dadas as “chaves do Céu” e, por isso, quem tem fé e quer casa própria faz o pedido ao santo. Vinte e nove de junho é a data de seu martírio. Morreu como Jesus, na cruz, mas pediu para ser crucificado de cabeça para baixo, pois disse que não se achava digno de ter um fim exatamente igual ao do filho de Deus. A Igreja de São Pedro, na Praça da Piedade, também terá missas especiais.

Casa aberta

 


A festa de Santo Antônio já passou, mas este ano marcou o retorno da devoção presencial na casa do artista plástico autodidata Rodrigo Guedes, 33. Ele aprendeu com as avós a transformar o mês de junho em uma festa, com muita religiosidade. Há 16 anos, ele dá seguimento à tradição e realiza, na casa da avó materna, a Devoção Popular a Santo Antônio.

O tríduo, que teve seu ponto alto no último dia 13, é de porta aberta. E continua. Qualquer pessoa pode visitar o altar de cinco metros de altura, montado com todo o capricho, na sala da casa, no bairro de Santo Antônio Além do Carmo, até o dia 26 deste mês, todos os dias. Depois desse período, as visitas ainda serão permitidas aos finais de semana.

Rodrigo conta que coloca no altar as imagens de São João e de São Pedro; em destaque, Santo Antônio; e ainda o santo homenageado do ano: em 2022, é São Cosme e São Damião, imagens que ele ganhou em junho do ano passado.

“Quando criança, eu me vestia de Santo Antônio, tocava o sino da igreja, levava o incenso nas trezenas e, hoje, dou continuidade a essa tradição”, revela ele, que tem o nome do santo tatuado no braço.

O padre Ronaldo Marques Magalhães, há 20 anos na paróquia do Santo Antônio Além do Carmo, explica que Santo Antônio ajudava a pagar os dotes das moças pobres que queriam se casar. Na época, o pai da moça era quem tinha esse dever. Por ajudar os que possuíam menos recursos é que ele ficou com a fama de casamenteiro. Quem ia ao convento não ficava sem receber um pão ou uma palavra de consolo.

“Santo Antônio foi um profundo conhecedor da palavra de Deus. Sabia toda a Bíblia decorada e, por isso diziam que, se todas as Sagradas Escrituras desaparecessem, podiam contar com ele para refazê-las.” Um santo!

São João, 24/6 (Dia de seu nascimento)

Tradições - A tradição da fogueira vem desde o século I, antes de Cristo, quando ficou combinado que Zacarias acenderia uma fogueira para anunciar o nascimento do filho João Batista

Comes e bebes - Como é uma data festiva - e um dos poucos dias santos em que se comemora o aniversário de nascimento ao invés de morte -, a mesa é farta. No Brasil, não podem faltar alimentos como milho, amendoim e seus derivados deliciosos.

São Pedro, 29/6 (Dia de seu martírio)

Fama - É conhecido por ser o padroeiro das viúvas (antes de se tornar apóstolo de Jesus, Pedro era casado e morava com a sogra, que era viúva). Além disso, é para ele que os devotos fazem pedidos quando o assunto é a casa própria. Isso porque Pedro tinha nas mãos as “chaves do céu”, entregues por Jesus.

Tradição - as mesmas de São João, com fogueira e comidas típicas

 

 

Do Correio 24h para a Rede Nordeste 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar