Participamos do

Polícia Civil apura chacina em terra indígena da Paraíba 

17:37 | Abr. 12, 2022
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Polícia Civil da Paraíba instaurou um inquérito para apurar o assassinato de seis pessoas na aldeia indígena Caieira, na reserva Potiguara, em Marcação (PB). Segundo os primeiros relatos de testemunhas, ao menos cinco homens atacaram as vítimas no fim da noite do último domingo (10).

Ainda de acordo com as testemunhas, as vítimas estavam reunidas em frente a uma casa quando foram surpreendidas pelos criminosos que surgiram do matagal que circunda o imóvel atirando contra o grupo. Os agressores fugiram e, até o momento, nenhum suspeito foi detido.

Três homens e três mulheres baleadas morreram no próprio local - entre elas, a dona da casa e sua filha. Outras seis pessoas ficaram feridas. Ao menos duas delas, um rapaz de 21 anos e um adolescente de 15 anos, atingidos por disparos, foram transportadas pelo Samu para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, distante cerca de 80 quilômetros da aldeia. Os dois foram submetidos a procedimentos médicos de emergência e, segundo o hospital, apresentam um quadro clínico estável.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Além de tentar identificar e prender os assassinos, a Polícia Civil também está apurando se o imóvel onde o crime ocorreu era usado como ponto de venda de drogas.

Consultada, a superintendência estadual da Polícia Federal (PF) informou à Agência Brasil que, embora o crime tenha ocorrido em uma área da União, de usufruto indígena, a investigação inicial está a cargo da Polícia Civil.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar
1