Participamos do

Ataque de onças deixa 172 flamingos mortos em parque de Foz do Iguaçu

Apenas quatro aves sobreviveram. A administração do parque informou que está sendo investigado se os animais morreram após ataque direto dos felinos ou por estresse
19:53 | Nov. 09, 2021
Autor Isabela Queiroz
Foto do autor
Isabela Queiroz Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Duas onças-pintadas atacaram e mataram 172 flamingos do Parque das Aves, em Foz do Iguaçu. O ataque aconteceu na madrugada desta terça-feira, 9, segundo a administração do parque. Apenas quatro aves sobreviveram, das 176 existentes no local. 

Por volta da meia-noite, os dois predadores pularam a cerca e invadiram o recinto dos flamingos chilenos e africanos. Conforme a administração do parque, os felinos são do Parque Nacional do Iguaçu, conhecidos como Indira, a mãe, e seu filhote Aritana, que está aprendendo a caçar. Seis aves foram resgatadas, mas apenas quatro sobreviveram.

O Parque das Aves informou que permanecerá fechado para visitação até sexta-feira, 12. As informações são do G1. Segundo a administração, anos de trabalho de conservação foram prejudicados por causa do ataque das onças. A diretora de engajamento e sustentabilidade do Parque das Aves, Luciana Leite, informou que a equipe da unidade está investigando a morte dos flamingos.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Luciana explicou ainda que a equipe veterinária do parque está realizando o trabalho de autópsia para investigar o que de fato causou a morte das aves. Isso porque, segundo ela, é muito comum que aves sofram do que é chamado de miopatia de captura. “Diante de uma situação de estresse presenciada, esses animais vêm a óbito mesmo sem serem atacados diretamente por uma onça. É importante comunicar isso. Ainda estamos fazendo o trabalho de autópsia para entender quantos animais tiveram essa interação direta com os felinos e quantos vieram a óbito por miopatia", afirmou ao G1.

Em 27 anos de existência do Parque das Aves, nunca foi registrado um ataque de onças. Por ser integrado ao Parque Nacional do Iguaçu, o local conta com sistemas de proteção aos predadores. Há sistemas de monitoramento de câmeras, de luz pulsante, diversos detentores instalados, para evitar que grandes felinos acessem o parque. Está sendo investigado ainda como, apesar de todos os equipamentos, os animais conseguiram adentrar no parque.

Um dos principais atrativos do Parque das Aves, a colônia de flamingos foi criada em 1995, quando chegaram 16 aves que foram resgatadas no Chile. Em 2001, nasceram os primeiros filhotes. Em uma publicação no perfil do Instagram, o Parque lamentou o ocorrido. “Essa cicatriz ficará para sempre na história do Parque, porém estamos confiantes de que recomeçaremos a colônia de flamingos e uma nova história”, diz o texto.

Conteúdo sempre disponível e acessos ilimitados. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags