Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

PF desarticula grupo que mantinha garimpos ilegais no Maranhão

09:58 | Set. 15, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Uma organização criminosa que atua em garimpos ilegais de ouro na região do Município de Centro Novo (MA) é o alvo da Operação Curimã, da Polícia Federal,  nesta quarta-feira (15). Segundo a PF, os criminosos têm grande poderio econômico e político e atuam na região há pelo menos três anos.

Os investigados foram os responsáveis pelo desmatamento ilegal de mais de 60 mil hectares de áreas para abertura de garimpos de ouro, sem qualquer autorização dos órgãos competentes.

As investigações apuraram que esses garimpos utilizam cianeto de forma massiva para extração do ouro, além do uso de mercúrio, situação que tem causado grande poluição ambiental, inclusive, do Rio Maracaçumé.

Cianeto

O cianeto pode atacar o cérebro e provocar tremores, delírios e alucinações, além de provocar parada cardíaca. A vítima desse tipo de envenenamento pode morrer por asfixia ou por falência múltipla de órgãos por isso, os policiais constataram que há grande perigo para população local exposta a este tipo de substância.

Na ação, 130 policiais federais deram cumprimento a 19 mandados de busca e apreensão, além de cinco mandados de prisão preventiva nos estados do Maranhão e do Pará, expedidos pela 8ª Vara Federal da Seção Judiciária do Estado do Maranhão.

Crimes

Os investigados responderão pelos crimes de usurpação de bens da União, poluição, mineração ilegal, além de porte ilegal de arma de fogo e por integrarem organização criminosa. Somadas as penas máximas ultrapassam mais de 20 anos.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

SP aplicará doses de reforço com imunizante da Pfizer

Saúde
09:08 | Set. 15, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Com a previsão da chegada de 344 mil doses da vacina da Pfizer nesta quarta-feira (15), o município de São Paulo vai imunizar, com a dose extra, os idosos com mais de 85 anos de idade exclusivamente com esse imunizante.

Estão elegíveis para receber a dose de reforço todos os vacinados com segunda dose há mais de seis meses. O objetivo é garantir proteção adicional à população mais vulnerável ao novo coronavírus, em especial à variante Delta, predominante no município.

Intercambialidade

Qualquer pessoa que deveria ter tomado a segunda dose de AstraZeneca e ainda não completou o esquema vacinal também poderá comparecer a um dos postos de vacinação para receber o imunizante da Pfizer.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que essa medida excepcional e emergencial se deve à indisponibilidade momentânea das vacinas de AstraZeneca. O município aguarda a entrega de novos lotes do imunizante pelo Ministério da Saúde. Cabe salientar que é segura e eficaz a combinação dos dois tipos de vacinas.

A pasta recomenda à população que acompanhe a disponibilidade de segundas doses dos imunizantes por meio da plataforma De Olho na Fila.

Toda a rede estará aberta para a imunização do público elegível para primeira dose, segunda dose e dose adicional. Os idosos devem comparecer a um dos postos de vacinação do município com o comprovante de vacinação, documento com foto e comprovante de residência na capital.

A lista completa de postos pode ser encontrada na página Vacina Sampa.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ceará deve receber nesta semana lote da AstraZeneca para vacinação de segunda dose contra Covid

saúde
08:23 | Set. 15, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Está previsto para pousar no Ceará nesta quarta-feira, 15, avião com 47.970 doses de vacinas da Pfizer. O lote deve chegar por volta de 12h20 no Aeroporto Internacional de Fortaleza. De acordo com o chefe do Executivo, nesta semana está prevista também a chegada de um lote de AstraZeneca para a complementação de segunda dose da população. O governador, entretanto, não informou quantas doses devem ser recebidas.

Segundo anunciou o governador Camilo Santana (PT), as doses da Pfizer serão utilizadas para aplicação de primeira dose, como informado pelo Ministério da Saúde. "Seguimos avançando na vacinação dos cearenses, com 8.724.994 doses aplicadas até o momento. Cada vez mais firmes na luta!", escreveu o governador pelas redes sociais.

LEIA MAIS| Veja fotos: Ceará recebe mais 231 mil doses da vacina Pfizer para aplicação da D1


Na segunda-feira, 13, um carregamento contendo 231.660 doses da vacina Pfizer contra Covid-19 chegou ao Estado. Segundo informações publicadas pelo governador Camilo Santana (PT), o lote será usado para aplicação da primeira dose (D1).

O governador, entretanto, não informou quantas doses devem ser recebidas.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Pesquisadoras ocupam apenas 2% de cargos de liderança em Ciência e Tecnologia

Geral
07:53 | Set. 15, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A América Latina e o Caribe, juntamente com a Ásia Central, são as duas regiões que alcançaram paridade de gênero entre pesquisadores em todas as áreas de conhecimento. A boa notícia, no entanto, esbarra em outros desafios: a pouca presença de mulheres em posições de liderança, as dificuldades em carreiras em STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática, na sigla em inglês) e a acentuada desigualdade racial.

Os dados fazem parte de pesquisa divulgada hoje (15) como parte do Gender Summit, encontro virtual que vai até o dia 23 e discutirá a importância feminina na ciência.

No Brasil, as mulheres são maioria entre os alunos de graduação e doutorado. Apesar disso, a sub-representação começa no nível da docência universitária e cresce à medida que os cargos de liderança aumentam e se tornam mais políticos. A Pesquisa Comparativa sobre Mulheres e Meninas em STEM na América Latina indica que, nos cargos políticos mais elevados em Ciência e Tecnologia, a representação feminina não passa de 2%.

Vera Oliveira, gerente sênior de Educação Superior do British Council, diz que, ao longo da carreira, as mulheres enfrentam diversas barreiras e falta de incentivos, dentro e fora da academia, para alcançar posições mais altas. Ela cita como exemplo a rede de apoio para mães pesquisadoras e lembra que a licença maternidade para alunas de pós-graduação é uma conquista recente. O British Council é uma das instituições organizadoras do evento.

Vera sugere que análises de rendimento sejam feitas a partir de um olhar qualitativo. “Usa-se o [curriculum] Lattes de uma mulher e de um homem para comparar o rendimento acadêmico: o tanto que publicaram em certo período. Só se comparava os anos e via quem tinha mais publicação, então o homem rendia mais.” Desconsiderava-se, portanto, o período de afastamento por licença. “A mulher é penalizada na produtividade acadêmica justamente por assumir essa nova responsabilidade.” 

Ela também destaca questões culturais a serem superadas. “Muitas vezes, os perfis de liderança são muito associados a características masculinas, um perfil que não permite tantas possibilidades e que está sendo repensado. Liderança pode ser feita de vários modos”. A gerente diz ainda que muitas mulheres não são incentivadas a ocupar esses postos ou não se sentem preparadas, mesmo cumprindo os requisitos exigidos.

As bolsas científicas em STEM, são 91.103 no Brasil, segundo dados da pesquisa, das quais 58% foram concedidas a pesquisadores brancos. A participação de pesquisadores negros é de 26% e a de indígenas não chega a 1%. Com o recorte de gênero, entre as bolsistas, 59% são brancas. As mulheres negras representam 26,8%. 

O levantamento mostra ainda que 17% da população feminina do Brasil, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) de 2016, concluíram o ensino superior. Entre os homens, o percentual é de 13,5%. O percentual de mulheres brancas com diploma é maior, 23,5%. Os alunos matriculados no ensino superior, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) 2020, somam mais de 8,4 milhões, sendo 57% mulheres e 43% homens.

"As mulheres são grandes contribuintes para as publicações no Brasil: 51% dos autores de publicações científicas são mulheres, enquanto 40% dos 10% dos principais autores mais produtivos são mulheres.”

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 3 milhões

Geral
05:23 | Set. 15, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira (15) um prêmio de R$ 3 milhões. As seis dezenas do concurso 2.409 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo (SP).

De acordo com a Caixa, caso um apostador leve o prêmio principal e aplique todo o valor na poupança, receberá R$ 9 mil de rendimento no primeiro mês.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país ou pela internet. A aposta simples, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

EBC recebe Prêmio Marechal Rondon de Comunicação

Geral
20:13 | Set. 14, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) recebeu hoje (14) o Prêmio Marechal Rondon de Comunicação - homenagem concedida pelo Ministério das Comunicações a autoridades, personalidades e instituições nacionais e internacionais que contribuíram para o avanço das telecomunicações e da radiodifusão no país.

O Presidente da EBC, Glen Valente, recebeu o prêmio em nome da Empresa e ressaltou a importância do reconhecimento. “A EBC trabalha diariamente para levar comunicação pública de qualidade a todo o país, complementando os sistemas privado e estatal. Alcançamos os brasileiros mais longínquos, exemplo disso é a Rádio Nacional da Amazônia, que atualmente é o principal meio de comunicação na região da Tríplice Fronteira. Temos investido fortemente em todas as plataformas, com tecnologia e acessibilidade”, disse.

O evento de diplomação dos homenageados foi realizado no Palácio do Planalto e contou com a presença do presidente da República Jair Bolsonaro e do Ministro das Comunicações, Fábio Faria. Entre os premiados estão ministros de Estado e instituições como o Tribunal de Contas da União (TCU), a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e os Correios.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, durante a entrega do Prêmio Marechal Rondon de Comunicações no Palácio do Planalto


Veja o evento na íntegra:


Sobre o prêmio

O prêmio, que leva o nome do patrono das comunicações, Marechal Rondon, foi instituído em portaria publicada em 14 de abril de 2021 no Diário Oficial da União. A homenagem ocorrerá anualmente e premiará campanhas, programas, movimentos de cunho social, civis ou militares. Os indicados ao prêmio serão contemplados com respectivo diploma assinado pelo ministro da pasta.

A portaria prevê uma comissão de avaliação, composta por cinco servidores selecionados pelo ministro. O grupo ficará responsável por indicar anualmente os concorrentes ao prêmio, de acordo com cada categoria.

Empresa Brasil de Comunicação

A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) é uma empresa pública federal, criada pela Lei n° 11.652/2008 e alterada pela Lei no 13.417/2017, que dá efetividade ao princípio constitucional de complementaridade entre o sistema público, privado e estatal de comunicação.

Leia também:
» Entenda mais sobre comunicação pública e o papel da EBC 

A empresa cumpre sua função de prestadora de serviços e contribui para o objetivo de ampliar o debate público sobre temas nacionais e internacionais, de fomentar a construção da cidadania, com uma programação educativa, inclusiva, artística, cultural, informativa, científica e de interesse público, com foco no cidadão.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags