Participamos do

Sem dinheiro para gás, família usa álcool para cozinhar e sofre graves queimaduras

A família sofreu o acidente no começou de agosto e precisou ficar internada na UTI
12:50 | Set. 02, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Uma família em Anápolis, a 55 Km de Goiânia, no estado de Goiás, sofreu graves queimaduras por todo o corpo ao usar álcool para cozinhar. A substituição foi feita porque a família não tinha dinheiro para comprar um botijão de gás. Agora, os familiares precisam de ajuda também para pagar o tratamento. Com informações do G1. 

O acidente aconteceu no dia 7 de agosto, quando a família fazia o almoço. Benta Maciel Correa conta que ela e o marido, Israel Rosa, estavam na casa do cunhado, que fazia aniversário no dia, preparando a alimentação, quando o material inflamável explodiu.

"Só faltava cozinhar o feijão. Meu marido estava com o galão de álcool na mão, quando coloquei o fogo com o papel, o galão explodiu", explicou ela ao G1. Além do casal, uma criança de 10 anos, sobrinha dos dois, também foi atingida pelo fogo.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O casal ficou na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) após serem levados por vizinhos para Hospital de Queimaduras de Anápolis. Ambos já estão em casa, mas têm tido dificuldades para comprar os medicamentos, contando apenas com ajuda de parentes para comprar as pomadas e os protetores. Benta é doméstica e o marido é entregador, entretanto, pelo acidente, estão impossibilitados de trabalhar.

Em julho, o Estado também registrou outro acidente deste tipo. Um homem de 33 anos foi internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) depois de ter 50% do corpo queimado ao cozinhar usando álcool para acender o fogo. Segundo a esposa do homem, a família não tinha dinheiro comprar gás de cozinha e homem buscou uma alternativa para que eles não ficassem com fome.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente