PUBLICIDADE
Brasil
Noticia

Clínica registra fila de espera após cantor comentar operação de aumento peniano

O resultado do procedimento pode variar de 3 a 5 centímetros a mais de comprimento e cerca de 30% a mais de diâmetro.

09:05 | 27/07/2021
Cantor sertanejo Tiago se pronuncia após cirurgia de faloplastia, cirurgia para aumento peniano. (Foto: Reprodução/Instagram)
Cantor sertanejo Tiago se pronuncia após cirurgia de faloplastia, cirurgia para aumento peniano. (Foto: Reprodução/Instagram)

Depois do anúncio positivo a respeito da cirurgia de aumento peniano do cantor Tiago, da dupla sertaneja com Hugo, a clínica de Blumenau, situada no Vale do Itajaí, responsável pela cirurgia do cantor, registrou uma alta na procura pelo procedimento. 

O estabelecimento disse que tem uma fila de espera para atender os pacientes interessados. O médico Cláudio Eduardo Pereira de Souza, que atuou na cirurgia, conta que assim como todo procedimento cirúrgico, a operação tem riscos e deve ser feita em ambiente seguro, por um médico com registro profissional ativo e após a realização de exames.

O cantor Hugo fez a cirurgia no dia 6 de julho. O procedimento é conhecido como faloplastia. "Antes do Tiago, não havia fila de espera, agora há. De quantas pessoas, é difícil precisar. Muitos pacientes ainda estão fazendo exames. Mas só consigo marcar cirurgia para outubro agora", contou o médico em entrevista ao G1.

O resultado do procedimento pode variar de 3 a 5 centímetros a mais de comprimento e cerca de 30% a mais de diâmetro. A faloplastia é um procedimento que consiste no aumento do comprimento do pênis e no aumento de seu diâmetro. A cirurgia é estética.

O Ministério da Saúde confirmou que ela não é feita pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Seguindo determinação do Conselho Federal de Medicina, que proíbe a divulgação de valores, o cirurgião não cita o custo do procedimento.

LEIA MAIS | Doses extras de estímulos à vacinação e à retomada econômica

É ouro! Após quebrar prancha, nordestino Italo Ferreira vence final do surfe

Como o procedimento é feito

 

O procedimento cirúrgico tem o período de duração de duas horas. O paciente fica internado e recebe alta no mesmo dia. "Por exemplo, se a cirurgia for meio-dia, o paciente interna 10h, opera meio-dia, 14h e acaba a cirurgia e 20h recebe alta", relata o médico.

O paciente precisa ter mais de dezoito anos, ter os seus pré-operatórios com resultados normais e ter uma boa saúde, além de se incomodar com o tamanho do pênis. Como todo procedimento cirúrgico, o procedimento envolve riscos.

A operação tem três etapas:


- Lipoaspiração na região pubiana com intuito de coleta de gordura;
- Liberação do ligamento suspensor do pênis para obtenção do ganho do comprimento;
- Utilização da gordura previamente lipoaspirada para enxertar ao redor do pênis para se ganhar o diâmetro.

Restrição pós-operatória:


- O paciente urina normalmente, mas com o pênis um pouco mais inchado, mas sem restrição alguma;
- Recomendação para o paciente é que repouse;
- Deve usar um modelador cirúrgico;
- O paciente também precisa ficar um mês sem fazer sexo.