PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Campeã em 2017, dupla de Marcelo Melo avança à 2ª rodada de Wimbledon

18:33 | 01/07/2021
Campeã em 2017, dupla de Marcelo Melo avança à 2ª rodada de Wimbledon (Foto: )
Campeã em 2017, dupla de Marcelo Melo avança à 2ª rodada de Wimbledon (Foto: )

Dos três brasileiros que estiveram em quadra nesta quinta-feira (1º), nas chaves de duplas do Torneio de Wimbledon, em Londres (Reino Unido), apenas Marcelo Melo saiu vencedor. A parceria entre o mineiro, número 19 do ranking da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), e o polonês Lukasz Kubot (17º) derrotou os norte-americanos Jackson Withrow (79º) e Nathaniel Lammons (86º) por 2 sets a 1, parciais de 6/4, 5/7 e 6/4, após duas horas de partida, disputada em melhor de três sets (e não os tradicionais cinco) por conta de chuvas que atrasaram o início do evento.

"Muito feliz com o resultado. Acho que foi uma vitória importante para nós, diante de uma dupla muito dura. Dois americanos que têm o costume de jogar juntos e jogam muito bem na superfície rápida. O Lukasz jogou também muito bem. Foi realmente especial voltar a Wimbledon, desta vez com público. Todo mundo apoiando a gente, tinham alguns brasileiros lá [na arquibancada]", disse Melo, em comunicado à imprensa.

Na segunda rodada da chave masculina, Melo e Kubot terão pela frente Matwe Middelkoop (35º) e Sander Arends (92º), ambos dos Países Baixos. A previsão é que a partida, em melhor de cinco sets, ocorra nesta sexta-feira (2), em horário a ser definido. A parceria Brasil-Polônia busca o segundo título em Wimbledon. O primeiro foi conquistado em 2017.

Também amanhã (2), o mineiro Bruno Soares (13º) e o britânico Jamie Murray (22º) enfrentam o norte-americano Nicholas Monroe (87º) e o canadense Vasek Pospisil (65º em simples, 192º em duplas). Já o cearense Thiago Monteiro, 81º da ATP em simples e eliminado do torneio individual, compete ao lado do gaúcho Rafael Matos (89º em duplas) contra os cazaques Alexander Bublik (50º) e Alexsandr Nedovyesov (85º). Os jogos ainda não têm horário confirmado.

Ainda na chave masculina de duplas, o gaúcho Marcelo Demoliner (49º) e o mexicano Santiago González (54º) caíram na primeira rodada. Nesta quinta, eles foram batidos pela parceria do cazaque Andrey Golubev (40º) com Robin Haase (44º), dos Países Baixos, por 2 sets 1, de virada, com parciais de 7/6 (8/6), 4/6 e 4/6.

Demoliner segue em Wimbledon para competir nas duplas mistas, ao lado da também brasileira Luisa Stefani, que também deu adeus à chave feminina na estreia. A paulista, número 23 do ranking da Associação de Tênis Feminino (WTA, sigla em inglês) e a norte-americana Hayley Carter (25ª) não resistiram às sérvias Nina Stojanovic (55ª) e Aleksandra Krunic (57ª) e perderam por 2 sets a 1, parciais de 3/6 6/4 7/5, em uma hora e 55 minutos de partida.

"Infelizmente não deu hoje [quinta], escapou no finalzinho. Serve como mais um aprendizado. De qualquer forma feliz por voltar ao circuito. Senti-me bem fisicamente", afirmou Stefani, que voltou a competir após passar por uma cirurgia de emergência por conta de apendicite, em nota à imprensa.