Participamos do

Vídeo mostra festa clandestina em cemitério no Rio Grande do Sul

Os moradores contam que a festa durou a madrugada inteira com som salto e jovens ao lado das sepulturas. A Polícia investiga o caso para identificar possíveis envolvidos
11:04 | Fev. 04, 2021
Autor Júlia Duarte
Foto do autor
Júlia Duarte Estagiária
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Tem circulado nas redes sociais nos últimos dias um vídeo de jovens em uma festa clandestina dentro de um cemitério em Pelotas, no Rio Grande do Sul. O caso aconteceu na madrugada da segunda-feira, 1º, para a terça-feira, 2. Nas imagens, é possível ver que os envolvidos estavam sem máscara e que as ações aconteceram bem ao lado das sepulturas, o que deixou muita gente incomodada, especialmente quem tem parentes enterrados no local.

LEIA MAIS: Brasil receberá 10,6 milhões de doses de vacina pela Covax Facility

Mesmo após três dias da aglomeração, ainda existiam resquícios da festa com garrafas e papeis utilizados pelos jovens. Segundos moradores da região, a festa começou por volta da uma hora da manhã e durou o restante da madrugada. No local, segundo eles, muitos carros foram estacionados e emitiam som alto. As informações são do Jornal do Almoço e da Rede Bandeirantes.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Os moradores também contaram sobre a suspeita de que algum morador da região  teria alugado o espaço para sediar a festa, mas questionado, o homem apontado negou. Segundo ele, houve uma reunião no galpão de casa para 20 ou 30 pessoas, mas, quando percebeu o aumento da movimentação, encerrou as atividades.

A Polícia Militar afirmou que não recebeu chamados para a região e por isso não enviou uma brigada. Já a Polícia Civil esclareceu que recebeu as imagens e está investigando o caso, buscando identificar quem participou e organizou o evento. Os envolvidos podem responder por dano ao patrimônio e crime contra a saúde pública.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags