PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Influenciador digital é preso suspeito de integrar esquema de exploração sexual de crianças e adolescentes em BH

Rodrigo Fiuza, de 48 anos, é conhecido por ter percorrido 62 países e quatro continentes com sua moto. Além dele, mais duas pessoas foram presas na operação da Polícia Civil em novembro

15:40 | 11/12/2020
"Casa dos Anjos" é investigada como central do suposto esquema de exploração sexual e teria sido alugada por Fiuza durante pandemia (Foto: Reprodução/Youtube)

Em Belo Horizonte, Minas Gerais, a Polícia Civil prendeu três pessoas suspeitas de fazer parte de uma organização que explorava menores sexualmente em uma casa no bairro Pampulha, conhecida como "Casa dos Anjos". Entre os presos, está o influenciador digital Rodrigo Fiuza, de 48 anos, conhecido por ter percorrido 62 países e quatro continentes com sua moto. As informações são do jornalista Amaury Ribeiro Jr, do portal UOL.

Os detidos estão em prisão temporária desde o último dia 18 de novembro. Ainda conforme informações do portal, na última semana, a polícia também prendeu Leonardo Rodrigues Zambrana, genro do desembargador aposentado e o advogado na capital mineira, Irmar Ferreira Campos. Zambrana é suspeito de aliciar adolescentes, por meio de um dos outros presos que não teve o nome divulgado pelo UOL.

Leia Também | Polícia indicia 6 pessoas pela morte de autônomo em loja do Carrefour

Conforme investigações da Polícia, a “Casa dos Anjos” é investigada como central do suposto esquema de exploração sexual e teria sido alugada por Fiuza com a logomarca de sua agência, Loucos por Aventura, durante a pandemia da Covid-19. Nesse local, meninas de 13 a 15 anos teriam sido drogadas e aliciadas para fazer sexo com empresários e outros moradores da cidade.

O esquema foi denunciado à Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de BH após a mãe de uma das meninas aliciadas ver a foto da filha em um site na internet. Conforme a reportagem, um fotógrafo também é investigado por fotografar as meninas nuas.

O movimento ativista feminista “Vítimas Unidas” protocolou uma representação na Polícia Federal de Minas Gerais para pedir uma investigação federal sobre a ligação do suposto esquema de prostituição infantil na internet. A PF informou ao UOL, que estuda a possibilidade de entrar no caso a fim de investigar a divulgação de pedofilia pela internet.

Leia Também | Mulher é presa com mais de R$ 98 mil em cocaína no Ceará

Influenciador digital

Rodrigo Fiuza, além de influenciador digital, é atleta praticante de diversos esportes radicais. Já foi entrevistado em programas de TV como os comandados por Jô Soares, Ana Maria Braga e Fausto Silva, entre outros.

Em 2000, Fiuza foi escolhido para representar o país na Olimpíada de Esportes Radicais no México e tornou-se uma celebridade ao aparecer em revistas sociais e de esportes e ao proferir palestras promovidas por grandes empresas do país com o tema “Gestão dos Sonhos”.