PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Família confirma morte cerebral de Giovanni Accioly e planeja doar órgãos do cantor

O cantor sofreu um acidente no interior do Acre no começo do mês, ocasionando um traumatismo craniano

19:52 | 05/11/2020
Accioly teve traumatismo craniano após bater o carro em uma carreata no interior do Acre. (Foto: Arquivo pessoal)
Accioly teve traumatismo craniano após bater o carro em uma carreata no interior do Acre. (Foto: Arquivo pessoal)

O cantor e radialista Giovanni Accioly, 33, teve a morte cerebral confirmada na noite dessa quarta-feira, 4, em um pronto socorro de Rio Branco, capital do Acre. Ele estava em coma com traumatismo craniano após um acidente de carro na cidade de Tarauacá, interior do estado, no domingo, dia 1º de novembro. No dia 2, ele foi transferido por uma unidade de tratamento intensivo (UTI) no ar para a capital.

A informação da morte foi confirmada pelo pai de Giovani, Raimundo Accioly, em publicação no Facebook. “Equipe médica acaba de nos informar sobre a confirmação da morte encefálica do nosso Giovanni Accioly. Neste momento, ele chegou ao céu onde encontrou sua mãe esperando junto com Deus. O céu neste instante está em festa com uma contagiante alegria do meu GG", lamentou.

Raimundo afirmou ao G1 que pediu para o hospital manter os aparelhos ligados para preservar os órgãos do cantor, a fim de serem doados. “[Será] um último gesto de amor dele, que tanto espalhou amor e alegria por onde passou”, disse em vídeo publicado também no Facebook.

Na manhã desta quinta-feira, 5, o governador do Acre, Gladson Cameli, publicou nota de pesar no site oficial do estado. “Natural de Tarauacá, Giovanni era um jovem profissional extremamente querido e respeitado por todos, sendo um cidadão honrado por seus familiares e amigos da Secretaria de Estado de Comunicação (Secom) onde trabalhava com grande dedicação e zelo na Rádio Aldeia FM de Rio Branco”, descreveu.