PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Morador que encontrou peça de 38kg de meteorito em Santa Filomena relata medo e tensão

A família encontrou o maior meteorito do sertão pernambucano. E, apesar do susto, afirmam que pensam em comercializá-la, mas por um preço justo

Ismia Kariny
13:16 | 04/09/2020
Os meteoritos cairam na cidade no último dia 19 de agosto (Foto: Reprodução/JC)
Os meteoritos cairam na cidade no último dia 19 de agosto (Foto: Reprodução/JC)

Após chuva de meteorito na cidade pernambucana de Santa Filomena, morador que encontrou peça de 38kg relata medo e tensão. “Pensam que a gente virou milionário”, afirmou o homem, que preferiu não ser identificado, receoso com a sua segurança pessoal. Junto com a esposa, ele recebeu ofertas de até R$ 120 mil de estrangeiros que estão em Santa Filomena, para comprar minerais que caíram na cidade no fim de agosto. As informações são do portal de notícias do G1.

De acordo com o morador da cidade, que fica na divisa de Pernambuco e Piauí, no momento da chuva de meteoritos ele ouviu o estrondo, mas só ficou sabendo do que se tratava depois. Dias após a chuva, ele vasculhou a propriedade para ver se encontrava pedras que teriam caído por lá ou na região da zona rural. Foi então que encontrou o exemplar de 38,2 kg, enterrado no solo dentro da Caatinga, a 2 km de distância da cidade.

Surpreso com o tamanho do fragmento encontrado, ele decidiu procurar pesquisadores para informar sobre a pedra que havia caído em sua propriedade. Entretanto, com a repercussão do comércio das peças de meteoritos, ele relata que a família passou a viver sob medo e tensão. “A gente acha uma pedra dessa, e o pessoal já pensa que a gente virou milionário. Não é bem assim. A gente está muito tenso”, disse o homem ao G1.

Leia também | Meteoritos de PE rendem até R$ 100 mil para pesquisadores e 'caçadores'

A esposa, que também não foi identificada para preservar o anonimato do marido, acrescentou que a família tem vivido um pesadelo. “A gente passou uns dias sem comer e dormir. O objeto tem valor e todos têm interesse aqui, não são só os daqui. Se não tivesse valor, ninguém viria atrás, até do exterior", relata a mulher.

A família encontrou o maior meteorito do Sertão pernambucano. E, apesar do medo, afirmam que pensam em comercializá-la, mas por um preço justo. "Eu acredito que foi Deus que mandou pra gente, porque caiu dentro da nossa propriedade. A gente tem que segurar [a pedra] mesmo", disse a mulher do homem que encontrou a pedra.

O exemplar, segundo informaram ao G1, está guardado em um cofre fora da propriedade. De acordo com a reportagem, algumas das pedras foram comercializadas pelos moradores por valores de até R$ 40 o grama. Com isso, é possível estimar que quase 40kg do fragmento possa ter um valor milionário.