PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Letícia Sabatella lembra contato com Flordelis e comenta: "Lobos em pele de cordeiro"

A atriz integrou o elenco estrelado do filme "Flordelis - Basta uma Palavra para Mudar" junto a outros artistas famosos como Alinne Moraes, Cauã Reymond, Reynaldo Gianechinni e Deborah Secco

14:06 | 26/08/2020
Atriz falou sobre o Caso Flordelis (Foto: Reprodução/Instagram)
Atriz falou sobre o Caso Flordelis (Foto: Reprodução/Instagram)

A atriz Letícia Sabatella, que integrou o elenco estrelado do filme "Flordelis - Basta uma Palavra para Mudar" comentou, pela primeira vez, sobre a experiência de ter tido contato próximo com a pastora e deputada federal, denunciada neste semana como mandante do assassinato do marido, Anderson do Carmo. As informações são do portal UOL.

Além de Letícia, o filme contou com outros atores famosos como Alinne Moraes, Cauã Reymond, Reynaldo Gianechinni e Deborah Secco.

Procurada pelo UOL, Sabatella lembra que o encontro com Flordelis foi breve, mas que caiu em uma armadilha. Os atores do filme não receberam cachê, já que o objetivo era divulgar o trabalho da pastora que ficou conhecida por adotar mais de 40 filhos na época. Até matéria no "Fantástico", ela chegou a fazer.

Letícia explica: "Fui levada pelo meu empresário na época [a fazer o doc]. De fato, todos fomos participar de uma ação beneficente. Foi muito rápido o contato com ela. A conheci no mesmo dia. Havia muitas crianças. Enfim, um engodo gigante"

Sabatella lamentou o assassinato de Anderson, cujas circunstância ainda estão sendo investigadas. A atriz conta ter tirado uma lição por ter aceitado este trabalho no filme sobre Flordelis: "Um crime como este...Horrível. Aprendi com o tempo a ter mais cautela com quem ostenta tanto a sua autopromoção, beirando a divindade. Lamento demais pelas vítimas destes lobos em pele de cordeiro".

Diretor lamenta realização do doc de Flordelis

De acordo com jornal Extra, o diretor do do filme "Flordelis - Basta uma Palavra para Mudar" lamentou realização do projeto: Me arrependo. Se fosse hoje, jamais teria feito esse filme. Não sou cineasta. Sou um contador de histórias e o que contei foi uma mentira diante dos fatos que conhecemos agora (...) Estou dilacerado, me sinto enganado. É como se não pudesse confiar em ninguém".

Thiago Martins também desabafou sobre ter feito parte da história contada nos cinemas. Ao UOL, ele afirmou: "Sei o quanto uma ajuda e um carinho são importantes. Fiquei muito triste e decepcionado. Espero que a justiça seja feita e que ela pague pelo seu erro, uma pena apagar toda admiração e respeito que tinha por ela".

Veja o trailer:

[EMBED:

LEIA TAMBÉM | Caso Flordelis: entenda o que se sabe até agora sobre a morte de Anderson do Carmo