PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Presos pela morte do pai, filhos de Flordelis fazem culto em delegacia

Os suspeitos entoaram músicas religiosas em coro; Canto foi escutado até por quem estava do lado de fora da prisão

17:39 | 24/08/2020
Filhos da deputada foram presos nesta segunda-feira, 24 (Foto: Reprodução/ TV Globo)
Filhos da deputada foram presos nesta segunda-feira, 24 (Foto: Reprodução/ TV Globo)

Os cinco filhos da deputada federal Flordelis (PSD-RJ) que foram presos nesta segunda-feira, 24, fizeram um culto evangélico ao chegar à carceragem da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSGI). Eles são acusados de participar do assassinato do pastor Anderson de Carmo. Flordelis seria a mandante da morte do marido.

Segundo o Extra, quem estava de fora da prisão conseguia ouvir os cinco entoando a música gospel "Te Agradeço", do grupo cristão Diante do Trono. “Por tudo o que tens feito. Por tudo que vais fazer. Por tuas promessas e tudo que és, eu quero te agradecer com todo meu ser. Te agradeço meu Senhor", diz um trecho da canção. 

| LEIA MAIS | 

PSD expulsará Flordelis a partir dos desdobramentos da Justiça, diz Kassab

Entenda o caso Flordelis: perguntas e respostas sobre a morte do pastor Anderson

Flordelis não foi presa por conta da imunidade parlamentar - só poderia ser detida em flagrante. A deputada foi denunciada por cinco crimes. O advogado nega envolvimento de Flordelis.

Além dos cinco filhos, uma neta da parlamentar também foi presa. Outros dois filhos, incluindo o que é apontado como responsável pelos disparos, já estavam presos.

Chefe do Departamento de Homicídios do Rio, o delegado Antônio Ricardo Lima Nunes diz que o crime foi "covarde e bárbaro". "Chegamos a 11 pessoas que serão responsabilizadas criminalmente por esse crime. Crime bárbaro, crime covarde. E hoje conseguimos finalizar essa investigação", afirmou.

O pastor foi assassinado em casa, em Niterói, no dia 16 de junho de 2019. Flordelis contou que ele teria reagido a um assalto na porta de casa, relatando que os dois teriam sido seguidos por homens em uma moto.

Veja quem são os denunciados e pelo que vão responder:

• Flordelis dos Santos de Souza (viúva): por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio duplamente qualificado, associação criminosa majorada, uso de documento ideologicamente falso e falsidade ideológica. Não foi presa por ter imunidade parlamentar.

• Marzy Teixeira da Silva (filha adotiva): homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio duplamente qualificado e associação criminosa majorada. Presa nesta segunda-feira.

• Simone dos Santos Rodrigues (filha biológica): homicídio triplamente qualificado; tentativa de homicídio duplamente qualificado e associação criminosa majorada. Presa nesta segunda-feira.

• André Luiz de Oliveira (filho adotivo): homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio duplamente qualificado e associação criminosa majorada. Preso nesta segunda-feira.

• Carlos Ubiraci Francisco Silva (filho adotivo): homicídio triplamente qualificado. Preso nesta segunda-feira.

• Adriano dos Santos (filho biológico): associação criminosa e uso de documento falso. Preso nesta segunda-feira.

• Flavio dos Santos Rodrigues (filho biológico): Associação criminosa e uso de documento ideologicamente falso. Já estava preso.

• Lucas Cezar dos Santos (filho adotivo): associação criminosa. Já estava preso.

• Rayane dos Santos Oliveira (neta): homicídio triplamente qualificado e associação criminosa majorada.  Presa nesta segunda-feira.

• Marcos Siqueira (ex-policial): associação criminosa e uso de documento falso. Já estava preso.

• Andreia Santos Maia (mulher do ex-policial): associação criminosa e uso de documento falso. Presa nesta segunda-feira.

Correio 24 horas via Rede Nordeste