PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Filha de família assassinada no ABC Paulista confirma participação no roubo à casa

Em depoimento, Ana Flávia Gonçalves admitiu participação no crime; polícia afirma não ter mais dúvidas sobre o envolvimento do grupo no assassinato

09:41 | 06/02/2020
Família foi encontrada carbonizada em carro em São Bernardo do Campo, em São Paulo;
Família foi encontrada carbonizada em carro em São Bernardo do Campo, em São Paulo; (Foto: Reprodução/R7)

Nesta quarta-feira, 5, durante depoimento à Polícia, o casal Ana Flávia Gonçalves e Carina Ramos admitiu participação no roubo à casa da família assassinada no ABC Paulista, em São Paulo. No entanto, a filha do casal negou envolvimento nas mortes. As informações são do portal G1.

O casal Flaviana e Romuyuki Gonçalves e o filho adolescente, Juan Victor, foram torturados e assassinados no dia 28 de janeiro. Seus corpos foram encontrados carbonizados em um carro em chamas em uma área rual de São Bernardo do Campo, em São Paulo.

A Polícia Civil investiga a participação de mais seis pessoas no crime. Na segunda-feira, 4, um depoimento prestado por um dos envolvidos no crime contou detalhes da ação. Juliano Ramos Júnior, primo de Carina, relatou que, dois dias antes do crime, os comparsas, Carina e Ana Flávia se reuniram e combinaram o roubo à casa da família, que guardava cerca de R$ 85 mil.

A polícia afirma não ter mais dúvida de que o grupo está envolvido nos assassinatos. Falta, contudo, identificarem a motivação.

Entenda o crime

Em 28 de janeiro, o carro da família foi encontrado em chamas em uma estrada de São Bernardo do Campo. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML), que em laudo apontou que a causa da morte dos três foi um traumatismo craniano, possivelmente decorrente de pauladas na cabeça.

O local onde foram encontrados ficava a cerca de 6 km do condomínio de sobrados em Santo André onde a família morava. A Polícia então encontrou a casa da família revirada, além do roubo de objetos de valor e dinheiro em espécie que somam a quantidade de R$ 8 mil. A polícia obteve acesso a imagens de câmera de segurança, que mostraram a visita de Ana Flávia aos pais na noite que antecedeu a madrugada do crime.