PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Holanda e Canadá se classificam para as oitavas do Mundial feminino

19:00 | 15/06/2019

O nono dia de competição pela Copa do Mundo feminina, que aconteceu neste sábado (15), na França, serviu para encaminhar a classificação de duas seleções do Grupo E para as oitavas de final com uma rodada de antecedência. No jogo que abriu o dia, em Valenciennes, as holandesas venceram Camarões e chegaram aos seis pontos. Mais tarde, o Canadá superou a Nova Zelândia, também alcançando seis pontos, mas está atrás da Holanda por conta do número de gols marcados (quatro da Holanda contra três do Canadá). Camarões e Nova Zelândia, que não venceram nenhum jogo e seguem sem pontuar até o momento, vão decidir quem fica em terceiro lugar. No Mundial feminino, as quatro melhores campanhas de terceiro lugar também se classificam para o mata-mata. 

Holanda 3 x 1 Camarões

As atuais campeãs europeias, que vinham de vitória apertada em cima da Nova Zelândia, poderiam garantir vaga na fase eliminatória da Copa em caso de vitória. Pela frente, a experiente seleção de Camarões, derrotada pelo Canadá na primeira rodada também pelo placar mínimo. A Holanda entrou desfalcada da zagueira Van der Gragt, em recuperação de uma lesão no joelho, mas apoiada por mais de 13 mil torcedores, que pintaram as arquibancadas do estádio du Hainaut, em Valenciennes, de laranja.

O primeiro gol do jogo saiu aos 41 minutos do primeiro tempo: Van de Sanden, livre pela direita, levantou a bola na entrada da pequena área e Miedema antecipou-se à defesa. Ainda que desequilibrada, a atacante acertou cabeceio fulminante, sem chances de defesa para Ngo Ndom.

A resposta das camaronesas foi quase imediata: aos 43, ainda da etapa inicial, um lançamento longo, do meio de campo, alcançou a atacante Aboudi Onguene, que escorou de cabeça para encobrir a goleira Van Veenendaal e, diante do gol aberto, só teve o trabalho de empurrar para o fundo da rede. 

As Leoas retomaram a dianteira no placar logo no começo do segundo tempo: em cobrança de falta ensaiada, Spitse rolou para Groenen fazer o cruzamento. Abam tirou mal e a bola sobrou no pé de Bloodworth, sozinha quase que em cima da linha do gol.

Akaba ainda teve a chance de empatar o jogo de novo, aos 36, mas a bola desviou em Dekker e foi para fora. Coube à Miedema, mais uma vez, dar números finais à partida: aos 40 minutos do segundo tempo, a jogadora, de apenas 22 anos, partiu com a bola dominada, invadiu a área e chutou forte, no meio do gol, batendo a goleira de Camarões. Este foi o gol de número 60 de Miedema, que se isolou como a maior goleadora da história da seleção holandesa, superando Manon Melis, com 59 gols anotados.

Ficha técnica:

Holanda 3 x 1 Camarões

Competição: Mundial Feminino (2ª rodada – Grupo E)

Local: Valenciennes, França

Árbitra: Casey Reibelt (Austrália)

Gols: No 1º tempo: Miedema (41), para a Holanda, e Onguene (43), para Camarões. No 2º tempo: Bloodworth (3) e Miedema (40).

Holanda: Van Veenendaal; Van Lunteren, Bloodworth, Dekker e Van Es (Van Dongen); Spitse, Van de Donk (Roord) e Groenen; Van de Sanden (Beerensteyn), Miedema e Martens. T: Sarina Wiegman.

Camarões: Ngo Ndom; Feudjio, Leuko, Manie, Johnson e Meffometou; Abam (Nchout), Yango, Ngo Mbeleck (Meyong) e Aboudi Onguene; Enganamouit (Akaba). T: Alain Djeumfa.

 

Canadá 2 x 0 Nova Zelândia

Completando a rodada, o Canadá entrou em campo após vencer Camarões, em busca de uma inédita classificação para a fase eliminatória de uma Copa do Mundo. Do outro lado, a defesa bem postada da Nova Zelândia, que dificultou as ações de jogo da Holanda na primeira rodada.

No primeiro tempo, nada de gols no estádio des Alpes, em Grenoble: em jogo travado, as canadenses rodaram a bola, mas pouco ameaçaram o gol defendido por Nayler. A Nova Zelândia, que se armou para fechar a defesa e esperar a oportunidade para puxar o contra-ataque, sofreu uma baixa significativa aos 18 minutos: Bott levou uma bolada no punho e teve que sair do jogo com o braço imobilizado. Longo entrou em seu lugar.

Na volta do intervalo, o Canadá só precisou de três minutos para mexer no marcador. Prince desceu em velocidade ao ataque e cruzou para Fleming, que chutou cruzado e rasteiro, no canto esquerdo de Nayler.

Prince teve a chance de ampliar aos 27 minutos, mas a goleira da Nova Zelândia praticou grande defesa. Na segunda oportunidade, ela mostrou oportunismo e não desperdiçou: aos 34, Sinclair subiu para cabecear e acertou a trave. No rebote, Prince se adiantou e apareceu para tocar para o gol com a ponta da chuteira, dobrando a vantagem do Canadá.

Na terceira e última rodada do Grupo E, o Canadá decide com a Holanda quem avança em primeiro da chave. Já a Nova Zelândia terá Camarões pela frente. Os dois jogos acontecem na próxima quinta-feira (20), às 13h (horário de Brasília). 

Ficha técnica:

Canadá 2 x 0 Nova Zelândia

Competição: Mundial Feminino (2ª rodada – Grupo E)

Local: Grenoble, França

Árbitra: Yoshimi Yamashita (Japão)

Gols: No 2º tempo: Fleming (3) e Prince (34)

Canadá: Labbe; Riviere (Chapman), Buchanan, Zadorsky e Lawrence; Prince (Leon), Scott, Schmidt e Beckie (Quinn); Fleming e Sinclair. T: Kenneth Heiner-Moller

Nova Zelândia: Nayler; Bott (Longo), Stott, Erceg e Riley; Chance, Percival, Bowen e Hassett (Kete); Gregorius (Green) e White. T: Tom Sermanni

Agência Brasil