PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Mulher trans cearense é morta a pauladas em bairro nobre de São Paulo

Larissa Rodrigues nasceu em Fortaleza, mas há quatro anos morava em São Paulo. Ela ajudava sua família no Ceará. O corpo foi liberado e será enterrado nesta segunda, 6, em Fortaleza

09:44 | 06/05/2019
A jovem tinha 21 anos e morava há quatro em São Paulo
A jovem tinha 21 anos e morava há quatro em São Paulo(Foto: Reprodução/Facebook)

Larissa Rodrigues, uma mulher transexual de 21 anos, foi morta a pauladas no bairro da Saúde, região nobre de São Paulo. Larissa era cearense e morava na capital paulista há quatro anos. O crime aconteceu no último sábado, 4, por volta das 22 horas.

Em entrevista ao site Ponte Jornalismo, Sorela Souza, amiga de infância de Larissa, afirmou que a jovem foi abordada com violência por um homem, que teria tentado atropelar Larissa. Como não conseguiu atingi-la, saiu do local e voltou na sequência armado com um pedaço de madeira. Atacada com golpes contínuos, a vítima ainda foi levada ao hospital, mas não resistiu. 

Com o que ganhava trabalhando em São Paulo, Larissa ajudava a família no Ceará, mandando mensalmente dinheiro para a mãe.

Para a Ponte, a família de Larissa disse que o socorro demorou a chegar. Ela ainda estava viva quando foi levada ao hospital, onde veio a óbito.

O caso foi registrado como homicídio. O agressor fugiu.

Redação O POVO Online