PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Bombeiros prestam as últimas homenagens para o cão Barney

O corpo do animal foi cremado no município de São José

13:38 | 06/05/2019
Soldado Rangel, binômio de Barney, se despede do companheiro.
Soldado Rangel, binômio de Barney, se despede do companheiro.(Foto: Corpo de Bombeiros de SC / Divulgação)

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) realizou na manhã desta segunda-feira, 6, as últimas homenagens para o cãozinho Barney, que atuava nas buscas e salvamentos da corporação. O animal morreu na semana passada e ficou conhecido por participar das buscas por sobreviventes na tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais. O corpo do animal foi cremado, no município de São José.

Barney tinha três anos de idade e desapareceu durante as buscas que a corporação realizava em Brumadinho. As cinzas do cão ficarão sob a responsabilidade do soldado bombeiro militar Luciano Rangel, que cuidava do labrador guarda-vida.

Soldado Rangel terá outro cão e receberá apoio psicológico

Durante a despedida da corporação, foi anunciado que assim que o soldado Rangel estiver bem, ele ganhará um outro cão para seguir atuando em novas operações. A assessoria dos Bombeiros disse que o novo animal deve vir dos Estados Unidos e também terá linhagem de busca e salvamento como Barney. Além disso, Rangel também passará a receber apoio psicológico.

Despedida

Por volta das 11 horas, o grupo de bombeiros militares se reuniu em um crematório de animais localizado na Praia Comprida, em São José, para se despedir de Barney. A cerimônia durou uma hora em meia. No caixão onde estava o corpo de Barney, foram colocadas bandeiras de Santa Catarina e de Lages.

Caixão de Barney tinha as bandeiras de Lages e de SC.
Caixão de Barney tinha as bandeiras de Lages e de SC. (Foto: Corpo de Bombeiros de SC / Divulgação)

Avô de Barney, labrador Ice foi levado até a cerimônia

O labrador Ice, avô de Barney, também foi levado pelos militares para a cerimônia. O animal foi o primeiro cão guarda-vidas do País. O cão está aposentado desde dezembro, depois de ter sofrido uma infecção na próstata. Ice integrou o Corpo de Bombeiros por quase uma década. Outros noves cães de busca e salvamento de SC também foram levados até o local para participar da despedida.

Labrador Ice que é avô de Barney
Labrador Ice que é avô de Barney (Foto: Corpo de Bombeiros de SC / Divulgação)

Barney morreu enquanto estava em serviço

Barney fazia parte do grupo de buscas e salvamentos do 5º Batalhão de Bombeiros Militar (BBM), em Lages. Durante uma missão em Içara, no interior de Santa Catarina, o cão desapareceu depois de entrar em um rio. De acordo com os bombeiros, ele teria mergulhado para mostrar onde estaria uma vítima desaparecida, porém, não voltou para a superfície.

Barney atuou em buscas e salvamentos em Brumadinho em fevereiro.

Redação O POVO Online