PUBLICIDADE
Brasil
VÍDEO

Incêndio destrói igreja na Bahia; imagem de Jesus Cristo fica intacta

Cidade de Monte Santo, a 360 quilômetros de Salvador, não tem Corpo de Bombeiros e moradores apagaram o fogo

11:07 | 20/04/2019
O incêndio atingiu a igreja matriz da cidade, por volta das 3h da madrugada, e consumiu metade da igreja, construída em 1927.
O incêndio atingiu a igreja matriz da cidade, por volta das 3h da madrugada, e consumiu metade da igreja, construída em 1927.(Foto: Reprodução)

O Sábado de Aleluia - dia festivo da Igreja Católica quando se celebra a ressurreição de Jesus Cristo - começou tenso na cidade Monte Santo, a 360 quilômetros de Salvador, na Bahia. Um incêndio atingiu a igreja matriz da cidade por volta das 3h da madrugada e consumiu metade da igreja que foi construída em 1927.

De acordo com informações do secretário de Agricultura, Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Ordem Pública, Zeliomar Almeida, os moradores apagaram as chamas já que não há Corpo de Bombeiros na cidade. Foram usados oito carros-pipa.

Veja vídeo que mostra o incêndio:

"Os voluntários e pessoas do grupo de teatro atuaram no início do incêndio com a retirada de bancos de madeira e imagens sacras. O fogo atingiu a sacristia, cortinas e o teto da igreja. Parte do material litúrgico foi destruído. O altar também foi atingido pelo fogo, mas mesmo assim a imagem de Jesus Cristo e de São José ficaram intactas às chamas", afirma Zeliomar.

Não tinha ninguém no templo religioso quando o incêndio começou. Segundo o secretário, quando o fogo foi controlado, parte da igreja já havia sido destruída. Os bombeiros - que vieram da cidade de Senhor do Bonfim - chegaram por volta das 7h30 deste sábado e fazem o rescaldo do incêndio para evitar que o fogo recomece..

A casa paroquial, onde mora o padre, fica ao lado da igreja, mas não foi atingida. Na noite de sexta-feira (19), houve atividade religiosa no templo por causa das celebrações da Semana Santa.

O caso será investigado pela polícia civil da cidade.

Com Correio 24 horas

Via Rede Nordeste

Redação O POVO Online