PUBLICIDADE
Brasil
recorte

Um país à sombra do golpe militar de 1964; ouça podcast

55 anos depois do golpe militar, o podcast "Recorte" discute as últimas declarações do presidente Jair Bolsonaro em relação às "comemorações" da data

18:17 | 29/03/2019
Golpe militar completa 55 anos
Golpe militar completa 55 anos(Foto: Arquivo Público do DF)

Listen to "#40 - Um país à sombra do golpe militar de 1964" on Spreaker.

Na madrugada do dia 31 de março de 1964, um golpe militar foi deflagrado contra o governo legalmente constituído do então Presidente João Goulart. A justificativa da tomada de poder foi o temor por um suposto "golpe de esquerda" no qual Jango estaria envolvido, hipótese que seus partidários negam até hoje. Os militares prometiam entregar logo o poder aos civis, mas o País viveu uma ditadura que durou 21 anos, terminando em apenas em 1985.

O período foi caracterizado por censuras, sequestros, torturas e execuções cometidas por agentes do governo brasileiro. Segundo informações apuradas pela Comissão Nacional da Verdade (CNV) ao longo de quase três anos de trabalho, 434 mortes e desaparecimentos foram confirmados durante a ditadura no País. Entre essas pessoas, o destino de mais de 200 ainda é desconhecido.

O Recorte de hoje aborda as consequências do golpe militar de 1964 que se desdobram ainda hoje no País. As apresentadoras Maísa Vasconcelos e Eduarda Talicy recebem os repórteres Luana Barros e Henrique Araújo para a discussão.

Com novos episódios de segunda a sexta, o Recorte é um podcast analítico que informa sobre assuntos relevantes de cada dia, com participação de repórteres e editores do O POVO.

Para ouvir, basta acessar as principais plataformas de streaming de áudio, como Spotify, Deezer, Spreaker e agregadores de podcasts no Android e iOS.

Disponível em outras plataformas RSS feed: http://bit.ly/recortfeed

Assine o podcast no iTunes (e avalia a gente): http://bit.ly/recortrssapple

Segue a gente no Spotify: http://bit.ly/recortspotf

Segue a gente no Deezer: http://bit.ly/recotdeez

Redação O POVO Online