PUBLICIDADE
Notícias

Anac suspende empresa aérea que levava Boechat

20:09 | 13/02/2019
A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) suspendeu ontem a empresa dona do helicóptero que caiu na última segunda-feira, em São Paulo, com o jornalista Ricardo Boechat. O apresentador da Band e o piloto, Ronaldo Quattrucci, morreram no acidente, no Rodoanel. Conforme a determinação do órgão federal, todas as aeronaves da RQ Serviços Aéreos Especializados foram interditados.
A decisão considerou que há "indícios" de que a empresa prestava serviços de táxi aéreo irregularmente. A autorização da RQ era apenas para registro de imagens e não para realizar o transporte remunerado de passageiros. Quattrucci era sócio-proprietário da empresa, que tem sede na capital paulista.
Em 2018, a RQ Helicópteros foi multada em R$ 8 mil por um processo aberto em 2011 pela Anac, que identificou a "promoção de propaganda irregular de serviços de voos panorâmicos remunerados" em um site, embora fosse autorizada apenas para realizar "serviços aéreos de aerofotografia, aeroreportagem e aerocinematografia".
Mesmo com a decisão, a empresa continua anunciando os serviços de táxi aéreo e voos panorâmicos em seu site.
Além disso, o processo relata que uma das aeronaves da empresa foi flagrada fazendo voos panorâmicos "utilizando aeronave inadequada e sem autorização da autoridade de aviação civil". O jornal O Estado de S. Paulo tentou entrar em contato com a RQ Helicópteros, mas não obteve retorno.
Ainda segundo a Anac, a aeronave que caiu estava em situação regular, com o Certificado de Aeronavegabilidade válido até maio de 2023 e a Inspeção Anual de Manutenção em dia até maio de 2019. O helicóptero, de matrícula PT-HPG, foi fabricado pela Bell Helicopter.
A Anac enviou ofícios às empresas envolvidas na contratação do voo. A Libbs Indústria Farmacêutica, a Zum Brazil Eventos e a RQ têm cinco dias úteis para responder a partir da publicação no Diário Oficial da União, o que ainda não ocorreu.
Boechat voltava de evento da farmacêutica Libbs, em Campinas, onde deu palestra. Em nota, a empresa disse estar profundamente consternada com a perda de Boechat, que "abrilhantou e fortaleceu a relevância do nosso encontro".
Já a Zum Brazil, empresa responsável pela organização da convenção, informou que "prestará todas as informações necessárias às autoridades e seguirá colaborando para esclarecer todos os fatos".
Pará
Um avião monomotor caiu ontem em Belém. O co-piloto, Lucas Ernesto Santos, de 25 anos, morreu. O piloto está em estado grave e um vigilante da área onde caiu a aeronave também ficou ferido.
TAGS