PUBLICIDADE
Notícias
Relato

Após relato de testemunha, delegado acredita que Boechat possa ter se jogado do helicóptero

Leiliani Rafael da Silva afirmou ter visto uma pessoa pulando momentos antes da explosão da aeronave

22:14 | 11/02/2019
RICARDO BOECHAT
RICARDO BOECHAT

Leiliane Rafael da Silva, 28, presenciou o momento em que o helicóptero que transportava Ricardo Boechat caiu. Ela passava de moto com o marido quando testemunhou o acidente na tarde desta terça-feira, 11.

Em depoimento, a vendedora afirmou ter visto uma pessoa pulando momentos antes da explosão da aeronave, que se chocou com um caminhão que passava pela Rodovia Anhanguera.

Listen to "#11 - Ricardo Boechat: memória e legado no jornalismo" on Spreaker.

Segundo o IML, a pessoa que estava nas ferragens, dentro do helicóptero, era o piloto Ronald Quatrucci, e do lado de fora, Boechat. Baseado nas informações, o delegado Luis Roberto Hellmester acredita que a pessoa que pulou antes da explosão possa ter sido Boechat.

Após presenciar a explosão, Leiliani correu para ajudar o caminhoneiro João Adroaldo Tomanckeves, de 52 anos. Usando uma faca, Lieliani cortou o cinto de segurança que prendia João ao caminhão. Em seguida, percebeu que a porta estava emperrada e o tirou pela parte do vidro.

Redação O POVO Online