PUBLICIDADE
Notícias
EDUCAÇÃO

Escola sem Partido critica pedido de MEC para leitura de carta

O pedido do Ministério cita a leitura de carta que inclui slogan de campanha do presidente Jair Bolsonaro e pede filmagem de alunos cantando o Hino Nacional

11:50 | 26/02/2019

O movimento Escola sem Partido criticou o pedido do Ministério da Educação divulgado nessa segunda-feira, 25, para que escolas filmem alunos durante a leitura de carta assinada pelo ministro Ricardo Vélez, que traz slogan de campanha do presidente Jair Bolsonaro. O documento do MEC pede ainda que alunos cantem o Hino Nacional.

Em seu perfil do Twitter, o movimento disse não ver problemas na filmagem ou no pedido para os estudantes cantarem o Hino, mas questionou a utilização do slogan "Brasil acima de tudo. Deus acima de todos", usado por Bolsonaro durante a campanha presidencial de 2018.

"Em princípio, nada de mais na recomendação de cantar o hino e filmar os alunos. Mas a carta c/ o convite p/ "saudar o Brasil dos novos tempos" e o slogan da campanha eleitoral lembra o canteiro da sálvias em forma de estrela no jardim do Alvorada em 2002", diz o tweet.

O canteiro referenciado pelo Escola sem Partido foi feito durante o primeiro governo do ex-presidente Lula, na verdade em 2004. As flores, de cor vermelha, formavam o desenho de uma estrela, símbolo do Partido dos Trabalhadores. À época, o fato foi criticado pela oposição ao governo petista.

Em outro tweet, o movimento reforça não ver problema no Hino ou na filmagem dos alunos, mas apenas na "recomendação para a leitura dessa carta. Isso, sim, é o fim da picada".

O pedido do Ministério da Educação que tem causado polêmica nos últimos dias foi enviado nesta segunda-feira às escolas do Brasil. O comunicado recomenda que os estudantes sejam perfilados diante da Bandeira do Brasil enquanto o Hino Nacional é tocado e a carta é lida.

Na carta, lê-se: "Brasileiros! Vamos saudar o Brasil dos novos tempos e celebrar a educação responsável e de qualidade a ser desenvolvida na nossa escola pelos professores, em benefício de vocês, alunos, que constituem a nova geração. Brasil acima de tudo. Deus acima de todos!"

Kevin Alencar