PUBLICIDADE
Notícias
MINAS GERAIS

Médica da Vale é a primeira vítima identificada na tragédia de Brumadinho

De acordo com informações do G1, a funcionária trabalhava na empresa desde 2016

16:57 | 26/01/2019
Médica trabalhava na empresa desde 2016. (Foto: reprodução/Instagram)
Médica trabalhava na empresa desde 2016. (Foto: reprodução/Instagram)

Marcelle Porto Cangussu, médica e funcionária da empresa Vale, foi a primeira vítima identificada em decorrência do rompimento de uma barragem de rejeitos no município de Brumadinho, em Minas Gerais. As informações são do portal G1.

De acordo com a reportagem, ela trabalhava na empresa desde 2016. Ainda segundo o G1, familiares da vítima já estão no Instituto Médico Legal (IML) de Belo Horizonte para resolver questões burocráticas. Segundo o site O Tempo, de Minas Gerais, a médica tinha feito 35 anos um dia antes da tragédia.

Mais cedo, o Corpo de Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais divulgou que, até o início da madrugada deste sábado, 26, nove mortes foram registradas após o acidente.

A mineradora divulgou, na manhã de deste sábado, lista com nome de pessoas que não fizeram contato desde o rompimento da barragem. Cerca de 400 pessoas, entre funcionários do quadro e terceirizados, integram o levantamento da instituição.

Redação O POVO Online