PUBLICIDADE
Brasil
Revolta

Famosos cobram posicionamento de rede de supermercados após morte de cão por maus-tratos

Caso causou indignação com a rede Carrefour nas redes sociais

17:57 | 04/12/2018
Caso de cachorro supostamente morto após sofrer maus-tratos por parte de segurança da rede de supermercados Carrefour em Osasco, São Paulo, causou indignação de internautas. Famosos como Tatá Werneck, Fernanda Paes Leme, Kéfera, Ana Paula Minerato, Camilla Uckers, ex-BBB Lucas Fernandes, Yasmin Brunet, Marcelo Serrado e Giovanna Lancellotti usaram suas redes sociais para mostrar indignação sobre o ocorrido e pedir justiça pelo animal.
 
(Foto: Reprodução/Instagram)
 
"Não entro mais nesse mercado", "Parem de dar respostas prontas para um ato de crueldade. Façam alguma coisa" e "Como vão fazer agora para ajudar os animais que, com fome, aparecem no mercado em busca de comida? Vão matar?" estavam entre os comentários deixados por Tatá Werneck em publicação no perfil do grupo no Instagram. "E aí? Dei duas horas pra vocês e não conseguiram se pronunciar ainda?", indagou a apresentadora do Lady Night em outro comentário horas depois. Ela ainda utilizou seu próprio perfil para demonstrar revolta com a situação.
 
 

Na postagem de Tatá, outros famosos também demonstraram revolta com o caso. "Um horror", escreveu Giovanna Lancellotti. "Estarrecedor", disse Marcelo Serrado.
(Foto: Reprodução/Instagram)
Usando mesmo método de Tatá, atriz Fernanda Paes Leme escreveu: "Façam alguma coisa de fato! O mínimo que vocês podem fazer é salvar a vida de bichinhos abandonados. Uma doenção imensa, maior do que esse mercado aí que eu não entro nunca mais. E parem de me seguir".

"E aí? Vão punir o segurança de vocês que matou um cachorro na paulada e envenenou? Vão tomar providências? A gente não vai se calar não", comentou a YouTuber Kéfera. 

Em nota ao O POVO Online, assessoria de imprensa do Carrefour informou que, após várias tentativas de contato com o Centro de Zoonoses de Osasco (CCZ), o animal recebeu atendimento do órgão. Eles informam que o animal teria morrido no momento da imobilização feita pela equipe do CCZ, após o uso de um "enforcador", tipo de equipamento de contenção.
 
Redação O POVO Online