PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Ex-marido acusa Stefhany Absoluta de lhe aplicar golpe; cantora o denuncia por cárcere privado

Em áudio, a cantora acusa Rodrigo Cardoso de mantê-la em cárcere privado e lhe negar a guarda da filha

23:53 | 27/12/2018
Stefhany Absoluta, dona do hit "Meu cross fox", de 2009, é acusada pelo ex-marido, Roberto Cardoso, de 53 anos, de dar um golpe nele. O empresário também afirma que a cantora saiu de casa levando a filha, de 2 anos, objetos de valor e pessoais, além de dinheiro de uma conta bancária conjunta. 

Casados desde outubro de 2015, Stefhany teria o deixado no dia 10 de novembro, como diz Cardoso, enquanto segura uma bíblia e joga a aliança de matrimônio no chão.

Ela ainda acusa a mãe da cantora de ser cúmplice do golpe. No vídeo, ele conta que vendeu alguns veículos para investir na carreira da ex-esposa. Atualmente, Stefhany se dedica à carreira gospel e prega em igrejas evangélicas.
[VIDEO1]
  
Stefhany acusa o ex-marido de mantê-la em cárcere privado
Em outro vídeo, Roberto Cardoso afirma que entre 10 e 14 de outubro, enviou 29 áudios à cantora, a fim de conversar sobre o relacionamento. Segundo ele, Stefhany só respondeu a um deles. 
 
 [VIDEO2] 
 
No áudio, a cantora afirma que o ex-marido ameaçou de lhe negar os direitos no divórcio e tirar a guarda de sua filha. Além disso, segundo ela, o empresário trancou a casa onde eles moravam a impedindo de sair ou entrar.
  
“Roberto, se existe alguém que tentou manter alguém em cárcere privado, esse alguém foi você. Eu passei três anos acreditando na possibilidade de você mudar. Você passou esses três anos me ameaçando, me constrangendo, me mantendo sempre com medo do que você poderia fazer comigo”, diz a piauiense.

Com o anúncio do fim do casamento, Stefhany recebeu críticas de fiéis. Em um post natalino falando de "recomeço", com a família e sem o marido, nas redes sociais, ela foi chamada de “satânica” nos comentários. Em 2016, a mãe da cantora falou publicamente que a filha estava sendo ameaçada de morte pelo marido.
 
[VIDEO3] 
 
Redação O POVO Online
TAGS