Brasileiros premiados na Olimpíada de Astronomia passaram por seleção e treinamentos intensivosNotícias do Brasil
PUBLICIDADE
Notícias


Brasileiros premiados na Olimpíada de Astronomia passaram por seleção e treinamentos intensivos

A equipe brasileira conquistou 4 medalhas e uma menção honrosa. Entre os cinco premiados, dois são de Fortaleza

10:52 | 13/11/2018
NULL
NULL
[FOTO1]
A equipe brasileira que foi premiada na 12ª Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica passou por seleção e treinamentos intensivos em preparação para a disputa. Entre os cinco premiados, dois são de Fortaleza, no Ceará.
 

 
Os estudantes Bruno Piazza, de Campinas/SP, ganhou a medalha de prata. Lucas Pinheiro (Marília/SP), João Gabriel Stefani (Fortaleza/CE) e Juventino Fonseca (Recife/PE) ganharam bronze. Sarah Melo (Fortaleza/CE) recebeu menção honrosa. Durante a Olimpíada, eles foram testados com prova teóricas, práticas e análise de dados. A delegação foi acompanhada pelos astrônomos Eugênio Reis, da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), e Gustavo Rojas, da Universidade Federal de São Carlos, em São Paulo.

Os candidatos brasileiros foram inicialmente selecionados através das pontuações obtidas na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) do ano anterior. Depois, passaram por um processo de três provas online, terminando com uma bateria de provas presenciais.  

Depois disso, os estudantes participam de treinamentos intensivos, com astrônomos e especialistas, na cidade de Vinhedo, no interior de São Paulo. A programação foi dividida em grupos de estudos, oficinas de atividades e observação do céu noturno, com e sem instrumentos, resolução de exercícios, realização de provas simuladas, construção e lançamentos de foguetes de garrafas PET.

O grupo também contou com o Planetário Digital Móvel da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica para estudar o céu por meio de projeções. Ainda aprenderam a montar e a manusear diferentes tipos de telescópios.

Olimpíada nacional 

A OBA é destinada a alunos dos ensinos fundamental e médio. Esse ano, participaram da sua 21ª edição 770.338 estudantes dos ensinos fundamental e médio de 8.456 escolas públicas e particulares de todos os estados do país. A olimpíada ainda contou com o auxílio de mais de 65.060 professores.

Foram distribuídas 49.735 medalhas entre os participantes dos quatros níveis da OBA. Foram 14.900 de ouro, 14.949 de prata e 19.886 de bronze.

Redação O POVO Online
TAGS