PUBLICIDADE
Brasil
JUSTIÇA

Paulo Henrique Amorim é condenado por injúria racial contra Heraldo Pereira

O apresentador afirmou, em 2009, que Heraldo "não conseguiu revelar nenhum atributo para fazer tanto sucesso, além de ser negro e de origem humilde"

11:04 | 13/06/2018
(Foto: reprodução)
O apresentador Paulo Henrique Amorim, do Domingo Espetacular, foi condenado a 1 ano e oito meses de prisão em regime aberto por injúria racial contra o jornalista Heraldo Pereira. Amorim ainda deverá pagar multa. A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) votou por unanimidade. As informações são do colunista Flávio Ricco, do Uol.

Conforme nota divulgada pelo Grupo Globo, emissora de Heraldo, a ação foi finalizada ontem, 12. O julgamento ainda reconheceu que crime de racismo é inafiançável e imprescrítivel, sem possibilidade de recursos. 

Amorim foi condenado por uma publicação feita em 2009 no site "Conversa Fiada". Ele afirmou que Heraldo Pereira era um "negro de alma branca" e que ele "não conseguiu revelar nenhum atributo para fazer tanto sucesso, além de ser negro e de origem humilde".
 
Redação O POVO Online