PUBLICIDADE
Brasil
DESASTRE AMBIENTAL

Tubulação de mineroduto se rompe em Minas Gerais

15:51 | 12/03/2018

A tubulação de um mineroduto em Santo Antonio da Grama, na Região da Zona da Mata, em Minas Gerais, rompeu na manhã desta segunda-feira, 12. Com o rompimento, o minério invadiu o manancial, poluindo as águas que abastecem a cidade e o leito no entorno. As informações são do jornal Estado de Minas
Acidente foi confirmado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Semad). A captação de água foi interrompida pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa).
 
Por meio de nota, a mineradora Aglo American Minério de Ferro S.A. afirmou que "houve vazamento de polpa em um dos córregos da região. A polpa consiste em 70% de minério de ferro e 30% de água, sendo classificada pela NBR 10.004, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), como resíduo não perigoso. Não houve vítimas", publicou no site. 
 
Estado marcado pela tragédia de Mariana 
Esta não é o primeira vez que ocorre um acidente do gênero no Estado. Com proporções maiores, em 2015, Minas Gerais viveu a maior tragédia ambiental do Brasil, com o rompimento da barragem o município de Mariana.  Acidente ocorreu devido ao rompimento da barragem de Fundão, pertencente à mineradora Samarco.
 
Na ocasião, foram liberados mais de 60 milhões de metros cúbicos de rejeitos, que provocaram devastação da vegetação nativa, poluição da Bacia do Rio Doce e destruição de comunidades. Dezenove pessoas morreram.
 
Assista ao vídeo gravado por um morador: 



Redação O POVO Online