PUBLICIDADE
Notícias

Investigado por mortes do PCC no Ceará tem apartamento no prédio do suposto triplex de Lula

Apartamento do homem apontado como piloto do helicóptero usado na execução de chefes da facção criminosa foi revistado pela Polícia. Local estava vazio

13:58 | 01/03/2018
Foto do Edifício Solaris
Foto do Edifício Solaris

[FOTO1]Homem apontado como piloto do helicóptero usado nas execuções de chefes do Primeiro Comando da Capital (PCC) em Aquiraz (CE) é dono de apartamento localizado no mesmo edifício onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é acusado de possuir triplex.

 

 

 

Leia também:

Laudo revela como foram as execuções dos chefes do PCC

PCC teria ordenado queima de arquivos após assassinatos de Gegê e Paca

O imóvel pertencente ao piloto Felipe Ramos Morais fica no quarto andar do edifício Solaris, em Guarujá, litoral de São Paulo. O apartamento do piloto foi alvo de busca por policiais nesta quarta-feira, 28. Morais é apontado pelas investigações como piloto usado nos assassinatos de Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, e Fabiano Alves de Souza, o Paca. Os dois foram assassinados em Aquiraz no último dia 15. Os dois eram membros do PCC e Gegê era considerado o mais importante líder da facção entre os que estão em liberdade.
[SAIBAMAIS]
No último dia 22 de fevereiro, juíza da 1ª Vara da Comarca de Aquiraz expediu mandado de prisão contra Morais, a pedido da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco). Desde então ele está foragido. Ele já tinha duas condenações, por tráfico e pilotagem irregular.

O apartamento foi identificado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos. Segundo informação do G1, haveria suspeita de que o local armazenava armamentos da facção. No local, porém, só foram encontrados documentos, que foram apreendidos. Não havia ninguém no apartamento.

O edifício Solaris é o mesmo no qual fica cobertura triplex da qual o ex-presidente Lula é apontado como proprietário. O petista foi condenado em primeira e segunda instância pela acusação de que o imóvel seria propina em troca de favorecimento do governo á empreiteira OAS. Lula nega que o apartamento seja dele.

TAGS