PUBLICIDADE
Brasil
CENTENÁRIO

Idoso de 117 anos revela segredo de longevidade: "dose diária de cachaça, catuaba e jurubeba"

O homem centenário mora em Rio das Ostras-RJ e tomava diariamente as bebidas até seus 112 anos

19:43 | 11/03/2018
Moacir comemora seus 117 anos em festa com a família (Foto: acervo pessoal)
Um idoso brasileiro é um dos homens mais velhos do mundo. Com 117 anos, completados nessa quinta-feira, 8, Moacir Gonçalves de Jesus, morador de Rio das Ostras-RJ, comemorou seu aniversário ao lado de familiares na cidade. As informações são do portal Extra.

Uma de suas netas contou o segredo de longevidade do idoso. Moacir tomava uma dose diária de cachaça, catuaba e jurubeba até os 112 anos, e só abandonou a prática após se converter ao adventismo. A receita de longevidade era complementada com uma taça de vinho.

"Com 46 anos, nunca vi ele doente ou reclamar sequer de uma dor de cabeça ou resfriado. Tem uma saúde perfeita. Dorme bem e come bem", conta a neta, com quem o idoso mora há cinco anos desde que ficou viúvo da esposa morta aos 83 anos.

Moacir já é um dos homens mais velhos do Brasil e planeja chegar aos 120 anos. Atualmente, segundo o Guiness Book - o livro dos recordes -, a pessoa mais velha do mundo é a japonesa Nabi Tajima, com 117 anos e 215 dias. Poucos meses mais velha que o brasileiro.

Ao longo do tempo, Moacir, natural da Bahia e trabalhador rural durante a vida, constituiu uma grande família, com mais de 70 integrantes. Seus herdeiros conhecidos são 12 filhos, 28 netos, 32 bisnetos e uma tataraneta de 12 anos. Dos filhos, apenas quatro ainda estão vivos.
 
Redação O POVO Online