PUBLICIDADE
Brasil
redes sociais

Ex-funcionário que vazou vídeo de William Waack visita estúdios da Globo

O antigo empregado da emissora carioca aproveitou para passar na redação, onde foi reconhecido por vários repórteres e colunistas da casa

18:08 | 06/12/2017

O homem que compartilhou um vídeo com comentários racistas do jornalista William Waack retornou à sede da emissora ontem, 5. Lá, foi até a redação e fez uma foto na bancada do Jornal da Globo, no local onde Waack ficava até ser afastado. No Instagram, ele postou a foto com a legenda "o que acham?". A informação é do colunista do Uol, Ricardo Feltrin.

O responsável pelo vazamento do vídeo do apresentador entrou na sede da emissora com permissão de um funcionário da portaria. Pereira argumentou que iria tratar de assuntos pessoas no departamento de Recursos Humanos.

O que acham?! #didiconoplimplim #tvglobo #sechamareupenso

Uma publicação compartilhada por Didico Rocha (@diego_rocha) em

 

Conforme Feltrin, o homem entrou na emissora sem maiores problemas: o funcionário não o reconheceu e a empresa não tinha estabelecido restrições relacionadas à Pereira. O antigo empregado da emissora carioca aproveitou para passar na redação, onde foi reconhecido por vários repórteres e colunistas da casa, sendo, inclusive, cumprimentado por sua denúncia.

Em sua passagem pela redação, ele aproveitou para sentar na cadeira já ocupada por Waack. Depois que a foto foi postada, ele foi alvo de comentários negativos. Alguns internautas dizem que ele foi oportunista.

Redação O POVO Online