PUBLICIDADE
Notícias

Taís Araújo sofre ataques preconceituosos após discurso sobre racismo

A atriz foi uma das palestrantes do encontro TEDx São Paulo, que aconteceu no dia 12 de agosto deste ano, e teve o tema "Como criar crianças doces num País ácido"

11:26 | 18/11/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

Nessa quinta-feira, 16, um vídeo de uma palestra de Taís Araújo debatendo o impacto de temas como racismo e machismo na educação dos filhos viralizou na internet. No entanto, a fala da atriz acabou rendendo uma série de ataques nas redes sociais.

"O que a Taís Araújo quer? Uma guerra de raças igual a que teve nos Estados Unidos? Onde esse discurso quer chegar? Acho sem coerência vindo de uma atriz que faz parte da elite", disse uma internauta no Twitter. "Taís Araújo e o marido, casal vitimista. Faturam milhões em publicidades e agora usam os filhos para se vitimizar", criticou outro.

A atriz foi uma das palestrantes do encontro TEDx São Paulo, que aconteceu no dia 12 de agosto deste ano, e teve o tema "Como criar crianças doces num País ácido". Seu discurso viralizou na internet e o nome de Taís foi um dos assuntos mais comentados do Twitter nessa quinta-feira, 16.

No início do bate-papo, Taís ressaltou a diferença entre ser mãe de uma menina e de um menino.

"Quando engravidei do meu filho, eu fiquei muito, mas muito aliviada de saber que no meu ventre tinha um homem. Porque eu tinha a certeza de que ele estaria livre de passar por situações vivenciadas por nós, mulheres. Teoricamente, ele está livre, certo? Errado. Errado porque meu filho é um menino negro e liberdade é um direito que ele não vai poder usufruir se ele andar pelas ruas descalço, sem camisa, sujo, saindo da aula de futebol. Ele corre o risco de ser apontado como um infrator - mesmo com seis anos de idade", disse.

"No Brasil, a cor do meu filho é a cor que faz com que as pessoas mudem de calçada, escondam suas bolsas e que blindem seus carros", continuou. 

 

Redação O POVO Online

TAGS