PUBLICIDADE
Brasil
SAÍDA TEMPORÁRIA

Madrasta de Isabella Nardoni é autorizada a deixar prisão no "Dia das Crianças"

A presidiária deve deixar o presídio a partir das 7 horas da manhã desta quarta-feira, 11, e deve passar o período com os filhos de 10 e 12 anos, que moram em São Paulo

22:08 | 10/10/2017

Anna Carolina Jatobá (Foto: Divulgação)
 

Anna Carolina Jatobá, condenada a 26 anos e 8 meses de prisão pela morte da enteada Isabella Nardoni, foi autorizada a deixar a penitenciária em Tremembé, São Paulo, nesta quarta-feira, 11, na saída temporária de Dia das Crianças. Essa será a primeira vez que a detenta deixa a prisão desde a concessão do regime semiaberto.

A presidiária deve deixar o presídio a partir das 7 horas da manhã, com retorno previsto à unidade prisional até as 17 horas da próxima segunda-feira, 16, e deve passar o período com os filhos de 10 e 12, que moram em São Paulo.

A informação foi apurada pelo portal de notícias G1 na mesma semana em que a Justiça impôs sigilo ao processo da presa. O pedido foi feito pela defesa de Anna Carolina. Ela é interna da Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, a P1 feminina, desde 2008 - a unidade é conhecida por abrigar presas de casos de grande repercussão, como Suzane von Richthofen e Elize Mtsunaga.

O advogado da presa, Roberto Podval, foi procurado por telefone pela reportagem, mas preferiu não comentar o assunto. A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) informou que o processo da presa Anna Carolina Jatobá está sob sigilo de Justiça e que a pasta somente cumpre as decisões judiciais.

Relembre o caso

Em 29 de março de 2008, Isabella foi jogada da janela do apartamento do casal Anna Carolina Jatobá e seu pai Alexandre Nardoni, no sexto andar de um prédio, na Zona Norte de São Paulo. Os condenados negam o crime. Eles alegam que uma outra pessoa entrou na residência e matou a criança.

A acusação se baseou em provas periciais produzidas pela Polícia Civil. Para o Ministério Público, Jatobá esganou a menina e Alexandre jogou o corpo da filha pela janela. Antes, o casal teria cortado uma tela de proteção do apartamento.

O marido de Anna Carolina Jatobá e pai de Isabella Nardoni, também condenado pela morte da menina, cumpre pena em regime fechado na Penitenciária 2 de Tremembé. Ele pode pedir progressão de regime em julho de 2019, quando tiver cumprido 2/5 da pena.

Redação O POVO Online