PUBLICIDADE
Brasil
bastidores

Diretores do SBT rejeitam volta de Gugu Liberato em 2018

O ano de 2017 tem sido o pior para o apresentador nos números do Ibope. Ele está repetindo os 7,3 pontos feitos em 2013, quando a Record o tirou do ar, dando lugar a Rodrigo Faro

15:24 | 10/10/2017
(Foto: Divulgação/TV Record)

A volta do apresentador Gugu Liberato para o SBT é improvável. Nos bastidores da emissora, praticamente todos os executivos de Silvio Santos são contrários à ideia. O principal argumento para a negativa é o de que "Gugu não dá mais audiência nem traz faturamento", diz um funcionário do canal, que solicitou não ser identificado. As informações são do Uol.

Desde 2001, ano em que o Domingo Legal atingiu 21,6 pontos em São Paulo, rivalizando a liderança com a Globo, o apresentador não atingiu mais marcas parecidas. Em 2003, ele viveu um dos momentos mais críticos de sua carreira quando levou ao ar, em entrevista, falsos integrantes do PCC, que faziam ameaças a personalidades que à época faziam sucesso. 

O ano de 2017 tem sido o pior para Gugu nos números do Ibope. Ele está repetindo os 7,3 pontos feitos em 2013, quando a Record o tirou do ar, dando lugar a Rodrigo Faro nos domingos. A tendência é de queda até dezembro.

Nas últimas semanas Gugu tem sinalizado interesse em voltar ao SBT. Além de ter marcado encontros com Jassa, conselheiro informal de Silvio Santos, enviou representante para conversar com diretores da emissora.

[FOTO1] 

Na emissora de Edir Macedo, a intenção é de que Gugu permaneça - seu contrato chega ao fim em 31 de dezembro. Ele, no entanto, deixou de ser prioridade no canal. Seu horário nas noites de quarta-feira deverá ser ocupado no ano seguinte por atrações como as de Buddy Valastro e Xuxa Meneghel. Caso permaneça na Record, Gugu terá novo formato.

Além disso do baixo rendimento em termos de audiência, os outros motivos alegados passam pela falta de espaço na grade do SBT e pelo abandono de Gugu em um momento onde a empresa passava por dificuldades.

Redação O POVO Online