PUBLICIDADE
Notícias

Atentado a escola em Goiânia foi motivado por bullying

Adolescente de 14 anos atirou em colegas da escola e matou dois; 4 estão em estado grave

16:11 | 20/10/2017
NULL
NULL

[FOTO2] 

O atentado a uma escola em Goiânia ocorrido na manhã desta sexta-feira, 20, teria sido motivado por bullying. Um adolescente de 14 anos abriu fogo na sala de aula do Colégio Goyases, escola particular.

[SAIBAMAIS] 

"Ele sofria bullying, o pessoal chamava ele de fedorento, pois não usava desodorante. Quando ele começou a atirar todo mundo saiu correndo", relatou um estudante de 15 anos ao portal G1 de Goiás.

O jovem é aluno do oitavo ano e durante durante o intervalo da aula, tirou da mochila a arma, uma pistola.40 e efetuou os disparos aleatoriamente. Quando ele se preparava para recarregar a arma, professores e outros alunos conseguiram conter o adolescente.

[FOTO1] 

Das seis vítimas, duas morreram, os jovens João Vitor Gomes e João Pedro Calembro, que não tiveram as idades reveladas. As outras quatro vítimas, sendo três meninas e um menino, todos com idade entre 13 e 15 anos foram encaminhados a hospitais locais. O estado de saúde das vítimas é considerado grave.

O POVO Online entrou em contato com a Secretaria de Segurança de Goiás que informou que será realizada uma coletiva ainda nesta tarde e só depois será enviada uma nota à imprensa.

Redação O POVO Online

TAGS