PUBLICIDADE
Notícias

Boris Casoy e Bandeirantes pagam R$ 60 mil a gari alvo de comentário preconceituoso

Em 2009, vazou um áudio de um comentário feito por Casoy: "Que merda, dois lixeiros desejando felicidades do alto das suas vassouras. O mais baixo da escala do trabalho"

15:54 | 20/09/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

A Justiça brasileira condenou o apresentador Boris Casoy e a TV Bandeirantes a pagar indenização de R$ 60 mil por danos morais ao gari pernambucano que foi alvo de um comentário durante o Jornal da Band. A valor inicial do processo era de R$ 21 mil e o valor foi corrigido. A quantia já foi depositada na conta de José Domingos de Melo. As informações são do Diário de Pernambuco.

O caso aconteceu em dezembro de 2009, quando o trabalhador fez rápida participação no jornal desejando felicidades aos telespectadores. Depois que as imagens foram ao ar, vazou o áudio de um comentário feito por Casoy: "Que merda, dois lixeiros desejando felicidades do alto das suas vassouras. O mais baixo da escala do trabalho". O jornalista foi acusado de preconceito e discriminação. A defesa de Casoy tentou argumentar, afirmando que suas palavras foram em "tom de brincadeira".

O pernambucano Domingos, que há 12 anos mora em São Paulo, era recém-contratado da empresa. No processo, ele foi representado por advogados da Federação dos Trabalhadores em Serviços, Asseio e Conservação Ambiental, Urbana e Áreas Verdes do Estado de São Paulo (Femaco). Ele diz que sempre acreditou na Justiça e sabia que uma hora ou outra seria indenizado.

Domingos disse que pretende usar o dinheiro para ajudar a mãe Maria Ferreira, de 75 anos, que vive em Pernambuco, reformar a sua casa e pagar dívidas. Também tem a vontade de promover um churrasco para amigos de trabalho. Ele afirma que sua profissão é digna e merece respeito como qualquer outra. "Não é justo nos tratar com desdém, desmerecendo a atividade que exercemos. Espero que isso sirva de lição", completou. 

 

Redação O POVO Online

TAGS