PUBLICIDADE
Notícias

Jovem bate em Porsche, deixa bilhete e sensibiliza dono do carro

Pimenta admitiu ter ficado surpreso com a atitude de Souza. Para ele, a atitude foi muito diferente do que seria comum em casos como esse

07:51 | 10/08/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

Um jovem bateu em um Porsche que estava parado. Já que não conseguiu achar o dono do carro, a solução que encontrou foi deixar um bilhete com o telefone e um pedido de desculpas. O caso terminou sem custos para o assistente de TI Matheus Souza. O dono se emocionou com o gesto e não vai cobrar pelo dano.

A colisão aconteceu quando Souza se distraiu ao estacionar o seu carro para ir em um restaurante no bairro de Santa Mônica, em Florianópolis, em Santa Catarina. Ele acabou batendo no carro do psicólogo Carlos Pimenta. Ele afirma que percebeu ter encostado em alguma coisa e se preocupou sem saber o que fazer. Ao constatar que se tratava de um Porsche, revela que ficou nervoso, porque o carro é importado. Ele atribui a atitude a Deus, que, segundo ele, agiu em sua mente e disse que o que deveria fazer.

[FOTO2] 

Pimenta admitiu ter ficado surpreso com a atitude de Souza. Para ele, a atitude foi muito diferente do que seria comum em casos como esse. "Aí eu falei: não quero te prejudicar. Falei que ia levar em um lugar que é bem mais barato, já tinha pintado meu carro e queria reparar o dano", explica.

Souza, que bateu porque se abaixou para pegar a carteira, ainda fez questão de consertar o erro. Ele tentou encontrar o dono do carro pelas casas ao lado. Como fracassou na tentativa, resolveu deixar o bilhete para o psicólogo. Sensibilizado, Pimenta postou a foto do bilhete nas redes sociais e o caso ganhou repercussão nacional.

[FOTO3] 

Os dois se viram pela primeira vez no último domingo, 6. No entanto, Souza não esqueceu o caso e continuou querendo pagar Pimenta pela batida. 

Souza afirma ter sido parabenizado pela família e pelos amigos. Ele espera ser exemplo para outros que se vejam em situações similares.  

 

Redação O POVO Online

TAGS