PUBLICIDADE
Notícias

Greve geral deve ter apoio de mais de 4 milhões de profissionais da educação

No Ceará, a estimativa é que cerca de 600 escolas das redes públicas estaduais e municipais paralisem as atividades amanhã.

21:01 | 27/04/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

Cerca de 4,5 milhões de trabalhadores da área da educação devem aderir a greve geral na próxima sexta-feira, 28, no Brasil, Dde acordo com a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), que agrega mais de 50 sindicatos afiliados em todo o País.


Segundo Heleno Araújo, presidente da CNTE, a greve geral vai incluir professores de entidades públicas e privadas. "Todos os responsáveis da área da educação vão parar amanhã. Tanto de rede pública como privada. Vamos protestar contra a Reforma da Previdência, contra a Reforma Trabalhista, Lei de Terceirização e contra medidas que tiram direito da classe trabalhadora de todo o país", disse.


Somente em São Paulo, o Sindicato dos Professores, (Sinpro-SP) informou que mais de 200 escolas já confirmaram que irão aderir à paralisação. No Ceará, a estimativa levantada pela Apeoc (Associação dos Professores de Estabelecimentos Oficiais do Ceará) é que cerca de 600 escolas das redes públicas estaduais e municipais paralisem as atividades nesta sexta.

TAGS