PUBLICIDADE
Notícias

"Machistas e babacas", diz apresentadora Titi Müller sobre músicas de DJ do Lollapalooza

As críticas foram direcionadas ao DJ israelense Borgore, durante transmissão ao vivo do festival

08:31 | 27/03/2017
Apresentadora Titi Müller durante transmissão do festival Lollapalooza
Apresentadora Titi Müller durante transmissão do festival Lollapalooza
[FOTO1] Neste domingo, 26, - segundo e último dia do festival Lollapalooza, em São Paulo -, teve muita música e até polêmica. Isso porque a apresentadora do Canal Bis Titi Müller não se conteve, durante cobertura ao vivo, e fez críticas ao DJ israelense Asaf Borgore. A apresentadora disse que o DJ tem letras “extremamente machistas e misóginas”.

"Na medida que ele foi ganhando visibilidade, as letras compostas por ele, extremamente machistas, misóginas, babacas, foram ganhando visibilidade e, obviamente, muitas críticas. Teve muita gente que foi, inclusive, em defesa dele. A própria Nervo, que vai tocar aqui hoje e não autorizou nossa transmissão, falou que apesar dele compor letras tipo 'aja como uma vadia mas antes lave louça'... eu não sei como interpretar isso. E ele falou que isso é só um personagem. Querido, na próxima encarnação, invente um personagem melhor”, disparou Müller.

Antes de anunciar o show para o público, Titi ainda disse, em tom irônico: “Eu gostaria de falar 'machistas não passarão', mas vai passar um agora. É isso aí, Borgore. Vai que é tua, querido”.

Não demorou para a cena repercutir nas redes sociais. Um vídeo publicado no Facebook do momento das críticas já tem mais de 611 mil visualizações, até o início da manhã desta segunda-feira, 27. 
 
[VIDEO1] 

Usuários parabenizaram a postura e coragem da apresentadora por fazer o discurso ao vivo.
 
[VIDEO2]
[VIDEO3] 

No twitter, Titi também fez questão de comentar sobre o caso. Disse que não se arrependeu.
 
[VIDEO4] 
Redação O POVO Online
TAGS