PUBLICIDADE
Notícias

Salões de beleza de luxo são reprovados em fiscalização do Procon

Os estabelecimentos que apresentaram irregularidades chegam a cobrar R$400 pelo corte de cabelo

15:13 | 27/03/2017
NULL
NULL

[FOTO1]Em São Paulo, 33 salões de beleza de luxo foram flagrados com irregularidades como produtos vencidos, por fiscais durante uma blitz do Procon. Xampus, cremes, esmaltes e outros fora do prazo de validade, eram usados normalmente, em locais quem chegam a cobrar R$400 pelo corte de cabelo.

 

O gerente de um dos estabelecimentos alegou que o material era levado pelas funcionárias, mas, para o Procon, responsabilidade também é da empresa.  Produtos vencidos podem provocar danos à saúde, além de interferir na qualidade do serviço. De acordo com informações do Bom Dia Brasil.

 

O supervisor de fiscalização do órgão, Bruno Stroebel, explicou à reportagem. “O nosso objetivo é conscientizar tanto os cabeleireiros, quantos os consumidores da importância de verificar esse tipo de conduta”, disse. [FOTO2]

 

 

 

 

Redaçã O POVO Online

TAGS