Planalto determina retirada de cartazes da campanha "Gente boa também mata"Notícias do Brasil
PUBLICIDADE
Notícias


Planalto determina retirada de cartazes da campanha "Gente boa também mata"

O material deve ser substituído por peças publicitárias sem imagens de pessoas e, segundo o secretário de Comunicação da Presidência, não haverá custos para o governo

11:06 | 05/01/2017
NULL
NULL

[FOTO1] 

A Secretaria Especial de Comunicação da Presidência da República (Secom) determinou a ''retirada imediata'' dos cartazes da campanha de trânsito "Gente boa também mata". A propaganda foi alvo de críticas nas redes sociais pela ambiguidade proposta.

O material deve ser substituído por peças publicitárias sem imagens de pessoas. "Ao levar essas peças para o cartaz houve um equívoco. A comunicação não foi bem feita. E por isso determinamos a retirada desses cartazes e as imagens que estão associadas", afirmou o secretário de Comunicação da Presidência, Márcio Freitas.

Ele informou que a agência está providenciando a confecção de novas peças publicitárias, sem custos para o governo. As mudanças não devem se estender ao vídeo que integra a campanha, mas apenas ao material impresso divulgado.

Ao Estadão, o ministro dos Transportes, Maurício Quintella Lessa, disse que a campanha não foi idealizada pela pasta. "O que deu problema, o que polemizou, foram as peças apresentadas de forma isolada. Por exemplo, o banner com a frase de que quem adota animais também mata. Se você ler isoladamente, parece que a pessoa também mata animal. Deu problema também o banner que tem a frase "porque o melhor aluno da sala também mata" e na imagem foi colocado um negro. Já estão dizendo que somos racistas", disse.

Redação O POVO Online

TAGS