PUBLICIDADE
Notícias

A pedido de Chico Buarque, TV Cultura retira música "Roda Viva" da abertura do programa

O programa se distanciou da proposta original, segundo Chico, e não havia autorização formal ou contrato com a emissora paulista para a utilização da canção

11:09 | 24/11/2016

A pedido de Chico Buarque, a TV Cultura retirou a canção ''Roda Viva'' da abertura do programa homônimo exibido pela emissora. O processo foi solicitado pelo cantor após entrevista do presidente Michel Temer, no dia 14 de novembro, mas a emissora diz que a mudança na vinheta de abertura faz parte da reformulação dos 30 anos de programa.

O agradecimento do presidente pela 'publicidade', após entrevista no programa, gerou uma série de manifestos no País pedindo a retirada da canção. A mobilização foi encabeçada pelo coletivo Jornalistas Livres, junto com artistas e intelectuais.

Um abaixo-assinado virtual foi criado no Avaaz para a retirada também do nome e do tema de abertura do programa da TV Cultura. "Roda Viva é um marco da luta contra a ditadura militar [...] É uma afronta que sirva de batismo a uma sessão semanal de bárbara tortura à democracia", diz trecho da petição online, que contava com 2.888 assinaturas na manhã desta quinta-feira, 24.

Segundo Chico, o programa se distanciou da proposta original e não havia autorização formal ou contrato com a emissora paulista para a utilização da canção. O uso havia sido liberado em 2008, de maneira informal, após pedido do produtor cultural Fernando Faro (na época diretor do núcleo de música da emissora).

Em março, Chico retirou a autorização para o uso de suas canções no musical "Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 minutos". A ação foi tomada depois que o diretor Claudio Botelho chamou o ex-presidente Lula de ladrão e a então presidente Dilma Rousseff, de ladra.

Redação O POVO Online

TAGS