PUBLICIDADE
Brasil
NOTÍCIA

Janaina Paschoal diz que Brasil pode ser atacado pela Rússia

Segundo a advogada, a construção de uma base militar da Rússia na Venezuela pode causar risco para o Brasil. Entretanto, especialista diz que as afirmações não têm fundamento

18:45 | 27/10/2016
Janaina Paschoal sorrindo (Foto: )
Janaina Paschoal sorrindo (Foto: )

[FOTO1]A advogada e a professora da Universidade de São Paulo (USP), Janaina Paschoal, publicou em seu Twitter que o Brasil sofre risco militar com a construção de uma base militar da Rússia na Venezuela. Segundo ela, o presidente russo, Vladimir Putin, é um verdadeiro imperialista, característica que fundamenta às suas acusações.


“Com a construção de uma base militar russa, na Venezuela, uma posição firme do Brasil já não é só questão humanitária, mas de defesa. Putin tem pouco mais de 60 anos, pode ser idoso, pela lei brasileira. Para fins políticos, é um adolescente. Imperialista, ninguém nega”, escreveu em seu Twitter. O comentário repercutiu e muitos seguidores discordaram ou debocharam de suas afirmações.


“Janaina, acredito que isso não se concretize, até porque qualquer movimentação nesse sentido será monitorada pelos EUA”, rebateu o seguidor, Marcelo Vapuca. Outro internauta questionou a advogada, quando ela afirma que o presidente russo é um imperialista. “Putin imperialista, meu Deus. Essa esqueceu de tomar os remédios. Os norte-americanos são o quê?”, perguntou Miguel Reginaldo à Janaina. A publicação ocorreu nesta terça-feira, 25.

 

[VIDEO1] 


O OPOVO Online tentou entrar em contato com Janaína Paschoal pelo departamento de Direito Penal da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), em que atua como professora, mas não conseguiu contactá-la. Diante dessas afirmações, o professor de Relações Internacionais da Universidade de Fortaleza, Phillipe Hubert, disse que as acusações da advogada não possuem fundamento. Para ele, a presença da Rússia na Venezuela trata-se uma estratégia geopolítica a nível global.


“É uma declaração sem fundamento que possa se embasar seguramente que a Rússia está se instalando na Venezuela, alvejando possíveis pretensões sobre o território brasileiro. Para mim, não há embasamento. Pelo menos eu desconheço”, disse ao O POVO Online.

 

Phillipe enxerga que a construção da base militar visa incomodar outras potências internacionais, principalmente os Estados Unidos. “A base militar faz parte de um projeto global em um momento de grande competição e atrito com os Estados Unidos e com a Europa. Eu vejo mais como uma provocação”, explicou o professor.

 

[VIDEO2] 

TAGS