PUBLICIDADE
Notícias

Transexual que representou crucificação de Jesus é agredida novamente

De acordo com ela, os cinco responsáveis agrediram a chutes e falavam trechos da Bíblia, chamando-a de "demônio"

15:15 | 12/07/2016
NULL
NULL

A modelo transexual Viviany Beleboni, que representou a crucificação de Jesus na Parada Gay de São Paulo em 2015, relatou em suas redes sociais que foi agredida novamente nesta segunda-feira, 11. De acordo com ela, cinco homens a agrediram a chutes e falavam trechos da Bíblia, chamando-a de "demônio". Em agosto do ano passado, Beleboni já havia sido agredida próximo de sua casa na capital paulista.

No Facebook, a modelo informou aos seus fãs sobre o acontecimento e lamentou o episódio. "Mais uma vez o que eu não queria que acontecesse com qualquer LGBTS acontece comigo só peço orações".

[FOTO2] 

O espancamento, segundo ela, só parou quando duas pessoas que passavam pelo local começaram a gritar. Viviany foi levada para uma clínica particular, onde recebeu os primeiros socorros e passa bem.

Seguidores da modelo lamentaram o acontecido e enviaram mensagens de apoio. "Melhoras minha linda!!! Eu morria de medo de que isso acontecesse, vá embora dessa selva de pedras que é São Paulo! Esse lugar é horrível... Você merece um lugar melhor!!! Muitas energias positivas pra vc minha linda", escreveu uma internauta.

Redação O POVO Online
TAGS