PUBLICIDADE
Notícias

Pai recebe a notícia da morte de filho em acidente de SP por engano

Edemir Pedralli, pai de Erick, soube da informação às 23 h. Ao chegar no hospital em Guarujá para reconhecer o corpo do filho, soube que Erick teve apenas alguns ferimentos

22:00 | 09/06/2016
NULL
NULL

O pai de um rapaz, que estava dentro do ônibus do acidente na rodovia Mogi-Bertioga, recebeu, no local da tragédia, a notícia de que o seu filho havia morrido. A informação foi dada por um bombeiro logo após o ocorrido. Quando chegou ao hospital para reconhecer o corpo, Edemir Pedralli soube que seu filho tinha sofrido alguns ferimentos, mas estava vivo. Ele contou que a sensação foi de desespero. As informações são do G1.


“As informações estavam desencontradas. Um bombeiro disse o nome do meu filho, eu respondi que era familiar e ele me informou que meu filho tinha acabado de entrar em óbito no Hospital Santo Amaro. Quando cheguei ao hospital, um tio dele estava lá e me disse que ele tinha sofrido apenas alguns ferimentos”, explica Edemir, pai de Erick Pedralli. O acidente causou a morte de 18 pessoas.


As vítimas do acidente foram encaminhadas para o Hospital Municipal de Bertioga, Hospital Santo Amaro e para o Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo, em Guarujá e Mogi das Cruzes respectivamente. Equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) do litoral Paulista prestaram atendimento aos passageiros logo após o acidente.  A rodovia foi interditada às 23 horas e liberada no começo da manhã desta quinta-feira, 9, às 7 horas.  

 

Redação O POVO Online

TAGS