PUBLICIDADE
Notícias

Justiça culpa cantor João Paulo por acidente e reduz indenização

O desembargador Morais Pucci entendeu que o cantor também teve culpa no acidente por causa do excesso de velocidade

08:57 | 26/11/2014
NULL
NULL

A Justiça de São Paulo reduziu em dois terços o valor da indenização que deverá ser paga pela empresa BMW à família do cantor João Paulo, parceiro de Daniel, devido ao acidente que causou a morte dele em setembro de 1997.

 A mudança na quantia foi realizada porque o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) decidiu, após recurso da BMW, que o cantor também teve culpa no acidente.

 Segundo o desembargador Morais Pucci, a perícia realizada no carro não descartou problemas no pneu dianteiro que provocaram o acidente, culpando assim a montadora. Pucci também entendeu que o cantou teve culpa por causa do excesso de velocidade.

 Na época do acidente, o advogado da família do cantor, Edilberto Acácio da Silva, afirmou que a indenização e pensão que a BMW teria de pagar chegariam a R$ 400 milhões.

O acidente
João Paulo morreu aos 34 anos em um acidente na rodovia dos Bandeirantes, no km 40, em São Paulo.
O veículo conduzido pelo cantor capotou várias vezes, caiu no canteiro central e pegou fogo. João Paulo ficou preso nas ferragens e teve o corpo carbonizado. O músico morreu na hora e seu corpo foi reconhecido pelo segurança que o acompanhava e foi jogado para fora do carro na hora do acidente.

 

Redação O POVO Online

TAGS