PUBLICIDADE
Notícias

Veja como descartar o óleo de cozinha de maneira consciente

A campanha 'Óleo usado e doado, Brasil preservado' foi lançada há cinco meses e atinge toda capital cearense

13:35 | 11/08/2014
NULL
NULL

A Usina de Biodiesel de Quixadá, no Ceará, processa por mês, aproximadamente, 14 mil litros de Óleos e Gorduras Residuais (OGR), o óleo de cozinha usado, transformando-o em biocombustível. A subsidiária pretende avançar no projeto e ampliar a produção a partir desta matéria-prima que garante produção sustentável a preços competitivos, além de importantes benefícios ambientais e sociais.

 Para otimizar o trabalho de conscientização popular, foi lançada há cinco meses a campanha 'Óleo usado e doado, Brasil preservado', que atinge toda a capital cearense. O projeto foi formatado em parceria com a Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Fortaleza e Região Metropolitana (Coopmares) e com oito revendas da Liquigás. O objetivo é incentivar o público a juntar o óleo de cozinha e fazer a doação para a cooperativa por meio do entregador de botijão de gás.

 Com a campanha, ao receber o gás em casa, o morador tem acesso a folhetos explicativos sobre as vantagens ambientais e sociais do reaproveitamento do óleo de fritura. O material orienta ainda que os interessados em participar poderão armazenar este resíduo líquido em garrafa de plástico e entregar a um colaborador das revendas autorizadas da Liquigás em Fortaleza.

 “Este é um trabalho de conscientização social e de mudança de cultura. É um processo lento, mas já tivemos avanços. Já houve revendas que nos trouxe 265 litros de óleo, como a unidade de Quintino Cunha. A expectativa é que esse número aumente”, destaca o gerente setorial de Produção Agrícola Semiárido Norte da Petrobras Biocombustível, Paulo Roberto Dias.

 Com objetivo de incrementar o uso dessa fonte de suprimento, foi estruturado o Programa Cuidar, que tem como objetivo a produção de biodiesel a partir de OGR. O programa visa alertar a população para os perigos do descarte inadequado, pois cada litro de óleo de cozinha pode contaminar 20 mil litros de água.

 A iniciativa inclui difusão de conhecimento, apoio à gestão e treinamento dos catadores e gestores. É esse, por exemplo, o trabalho realizado, em Fortaleza, com a Rede de Catadores de Resíduos Sólidos Recicláveis do Estado do Ceará, com catadores de 18 associações. A parceria já resultou na aquisição de 74 mil litros de óleo de janeiro a julho deste ano.

 Como participar

 Qualquer pessoa ou empresa que quiser doar o óleo e ainda contribuir com o meio ambiente, pode entrar em contato com a Petrobras Biocombustível, que indicará uma associação ou cooperativa de catadores mais próxima.

 Envie sua mensagem para biocombustivel@petrobras.com.br, se possível, informando a quantidade e a qualidade do produto que deseja doar. A equipe do Programa Cuidar orientará cada passo para efetivar a doação.

 Confira abaixo os pontos de entrega em Fortaleza (CE):

 - Rua Verbena, 670, Bonsucesso
- Rua General Muniz Aragão, 472, Barra do Ceará
- Avenida Mozart Pinheiro de Lucena, 2991, Quintino Cunha
- Rua Monsenhor Carneiro da Cunha. 130, Luciano Cavalcante
- Rua Dr. João Amora, 1303, Vila Manoel Sátiro
- Rua Padre Francisco Pita, 600, Jardim das Oliveiras
- Avenida João Pessoa, 5727, Montese
- Rua Valparaíso, 1600, Conjunto Palmeira

 

 

Portal Brasil

TAGS